Crackers atacam sites do governo brasileiro

Os sites da presidência da República e do governo brasileiro foram invadidos nesta madrugada por um grupo de crackers que se intitula LulzSec Brazil. As pÁginas chegaram a sair do ar por volta das 2h, mas, segundo a assessoria de imprensa da presidência, nenhum dado foi capturado.

Em sua conta no Twitter, os supostos invasores anunciaram a ação, após criticar a segurança das pÁginas."Como tantos sites do governo brasileiro podem ter falhas tão grandes?", questiona o grupo.


O LulzSec Brazil deixou um comunicado em sua pÁgina oficial, evidenciando uma ligação com o Anonymous, famoso pelos ataques contra organizações que negaram apoio ao WikiLeaks. "Um governo sem transparência e um povo sem informação são os maiores perigos da democracia e o Brasil caminha cada vez mais para que esses dois perigos tirem ainda mais de sua população o pouco de liberdade que ela ainda tem. Chegou a hora de vocês conhecerem o poder que Anonymous tem", alerta.

As primeiras investigações sobre o ataque contra os sites do governo indicam que a ação teve como origem um provedor da ItÁlia. Isso, porém, não significa que os crackers estejam no país, jÁ que é possível comandar mÁquinas do mundo inteiro em um único ataque. As pÁginas foram restauradas horas após a invasão, mas o acesso permanece instÁvel.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Qual você acha melhor?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.