Sony diz não se sentir ameaçada com o Wii U

Em entrevista à revista Forbes sobre o Wii U, o chefe da SCEA, Jack Tretton, disse que o novo console da Nintendo não significa uma ameaça para a Sony a ponto da empresa querer lançar o Playstation 4 o mais breve possível para poder competir mercadologicamente.

"O Playstation 3 agora é que estÁ avançando com passos mais largos. E tecnologicamente, não acho que seja possível oferecer mais nenhum avanço do que o nosso produto jÁ oferece. O que eles dizem de alta definição hoje, nós jÁ fazíamos em 2006. Não vi nada no que eles anunciaram que me fizesse pensar 'ah, acho que deveríamos trabalhar num novo Playstation o mais rÁpido possível", " disse Tretton.

Quando questionado sobre o Playstation Vita, Tretton disse que o aparelho é voltado para os entusiastas de jogos eletrônicos, porque é esse tipo de público que compra games e material relacionado a essa indústria.

- Continua após a publicidade -

"Estamos perseguindo o núcleo dos jogos eletrônicos, ou seja, os jogadores de verdade, aqueles que vão saber logo de cara que o produto é para eles assim que eles colocarem as mãos nele. A chave do negócio é se nós conseguiremos atingir a uma massa mais casual", acrescentou. 

"Gostaríamos de ter os dois tipos de apelo. mas se fosse para escolher um, pegaríamos os entusiatas porque as mães certamente não irão comprar a mesma quantidade de jogos. Jogar é o nosso foco, e nós sempre iremos fornecer games de verdade ao nosso público fiel. Arendemos vÁrias lições com o PSP em termos de uma massa mais casual, e nós vamos tentar trazer um pouco disse com o Vita",  finalizou Tretton.

Assuntos
Tags
  • Redator: Andrei Longen

    Andrei Longen

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Andrei Longen é entusiasta por videogames desde os 7 anos, quando ganhou um Odyssey 2, seu primeiro console. Hoje tem PS4, PS3 e PS Vita e adora caçar troféus em todos os jogos. Colabora no Adrenaline com notícias, análises, artigos, colunas e vídeos.

Qual você acha melhor?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.