IDC prevê que 400 mil tablets serão vendidos no Brasil

O mercado de tablets deve esquentar no Brasil ao longo de 2011. A IDC estima que entre 350 mil e 400 mil unidades devem ser vendidas por aqui este ano e que, inclusive, a hegemonia da Apple pode acabar, com a chegada de modelos de outras fabricantes, como Motorola, Acer e ZTE.

Em 2010, foram cerca de 100 mil tablets vendidos por aqui, dos quais 90% correspondem ao iPad, da Apple, e o restante se divide entre o Samsung Galaxy Tab e outros modelos. Embora os aparelhos só tenham aterrissado no país a partir de novembro, vale lembrar que 40% chegaram ao Brasil anteriormente, por contrabando, importação direta de lojas, ou mesmo dentro da bagagem de viajantes.



Luciano Crippa, gerente de pesquisas da IDC, explicou à Exame que havia "uma demanda deprimida, que estimulou as vendas em dezembro". Para o especialista, o aumento da concorrência neste ano deve impulsionar as quedas de preços, movimento que deve se intensificar em 2012, quando haverÁ mais modelos fabricados em território nacional.

Conforme a IDC, o iPad deve manter a liderança neste ano, embora perca participação com a chegada de modelos concorrentes. Em 2012, porém, não hÁ garantias que a situação continuarÁ favorÁvel para a Apple. De acordo com a Exame, a companhia precisa conseguir abastecer as lojas com o produto, que esgotam rapidamente. As expectativas ficam por conta da fabricação no Brasil, que pode ajudar a resolver esse problema, bem como reduzir os preços.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Qual vai ser o melhor game lançado em maio de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.