Sony diz que ataques à PSN fizeram a empresa "acordar"

Em depoimento ao The New York Times, Jack Tretton (abaixo), chefe-executivo da Sony Computer Entertainment America, disse que os ataques que derrubaram a Playstation Network serviram mais como um puxão de orelha para a empresa "acordar para a realidade".



Desde o restauramento da rede online do PS3 e do PSP, Tretton disse que a empresa tem sido muito mais vigilante no acompanhamento da estabilidade e da manutenção da PSN.

"Se você ler os jornais, verÁ que hÁ outras companhias que estão sendo bombardeadas com ataques de cracker. O que aconteceu com nos teve que realmente fazer despertar para a realidade. Agora sentimos que nossos sistemas estão mais seguros do que nunca", comentou.

Quando questionado se a Sony planeja deter os consumidores de modificar seu próprio PS3, Tretton foi direto. "Apoiamos totalmente o desenvolvimento independente de jogos. O que não apoiamos é alguém tentar crackear nosso aparelho para fins de pirataria, fazê-lo entrar em colapso e possivelmente quebrar", finalizou.

Assuntos
Tags
  • Redator: Andrei Longen

    Andrei Longen

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Andrei Longen é entusiasta por videogames desde os 7 anos, quando ganhou um Odyssey 2, seu primeiro console. Hoje tem PS4, PS3 e PS Vita e adora caçar troféus em todos os jogos. Colabora no Adrenaline com notícias, análises, artigos, colunas e vídeos.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.