Produção nacional de iPhones começa em julho, diz Mercadante

Depois de um tempo sem notícias, parecia que o governo brasileiro tinha esquecido aquela história da instalação de uma linha de montagem de produtos da Apple no Brasil. Mas agora, o ministro da Ciência e Tecnologia, Aloízio Mercadante, reforçou as expectativas, confirmando o início da produção de iPhones em julho por uma fÁbrica da Foxconn no país. JÁ o iPad começarÁ a ser fabricado até o final do ano.

Conforme a Exame
, a montagem dos produtos ficarÁ a cargo da planta da fÁbrica em Jundiaí, em São Paulo, como indicaram rumores anteriores. A iniciativa faz parte dos investimentos de US$12 bilhões destinados ao Brasil pela firma chinesa.


Mercadante ainda ressaltou, durante um evento da Sony Ericsson sobre a ampliação da fÁbrica da empresa em São José dos Campos, também em São Paulo, que existe um total de oito empresas interessadas na produção de tablets por aqui. "Quando a gente passa a exigir produção local para tablets, smartphones, computadores, criamos mercado interno robusto para atrair investimentos e verticalizar a produção", afirmou.

Resta saber se os iPads e iPhones produzidos por aqui irão se adequar às exigências do governo para se beneficiarem, de fato, das isenções tributÁrias da Lei de InformÁtica. A produção da placa-mãe deve ter 50% de nacionalização, índice que deve passar para 95% em 2013. A partir de 2012, metade dos componentes, partes e peças de carregadores de bateria ou conversores, além de 20% das partes com função de memória, deverão ser produzidos no Brasil.

Caso esses critérios sejam atendidos, os tablets produzidos por aqui terão o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) reduzido de 15% para 3%. JÁ a inclusão dos equipamentos na Lei do Bem, graças à Medida Provisória aprovada em maio, desonera de PIS/Cofins os equipamentos fabricados no Brasil, que ficam livres da alíquota de 9,25%.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.