FBI e Serviço Secreto infiltram informantes em grupos hackers/crackers

De acordo com uma investigação realizada pelo jornal britânico The Guardian, o submundo do crime cibernético estÁ em paranóia depois da informação divulgada de que 1 em 4 hackers/crackers norte americanos são na realidade informantes do FBI – polícia federal dos EUA – e do Serviço Secreto.

E não é para menos. Se antes as atividades de hackers e mesmo crackers eram vistas como ações "românticas", de movimentos de jovens "rebeldes" contra a sociedade em que viviam, hoje tais grupos são encarados pelos governos como a nova fronteira do terrorismo. Tanto é verdade, que recentemente o governo dos EUA classificou os ciber ataques como questões de segurança nacional, podendo inclusive ser classificados como "atos de guerra" contra o seu país.


Com isso em mente, a polícia federal norte americana – FBI – e o todo poderoso Serviço Secreto, estão cada vez mais infiltrando pessoas de sua confiança em tais grupos criminosos. A grande dúvida que paira no ar é saber se estão sendo utilizados meramente informantes, ou se de repente, hÁ agentes federais disfarçados.

- Continua após a publicidade -

Outro ponto interessante levantado pelo The Guardian, é, sabendo que hÁ a presença de infiltrados dentro de grupos hackers e crackers, serÁ agora possível acreditar em tudo o que fora dito pelos famosos Lulz Security e Anonymous? Ou de repente o governo norte americano estÁ de algum modo infiltrado em tais grupos, para ludibriar a população para tentar tornar os grupos de hackers/crackers ainda piores do que são?

Tal questionamento é no mínimo legítimo. Basta apenas lembrar todos os fatos por trÁs do ataque terrorista as Torres Gêmeas. De modo geral, os governos de todos os países adoram gerar desinformação, ou divulgar partes de informações que mais lhe convém.

No caso específico do grupos Lulz Security e Anonymous, pouco se sabe a respeitos destes. Seriam meramente ativistas do século 21, utilizando novas mídias de protesto? Ou seriam de fato os novos super vilões com mÁs intenções a serem combatidos?

Assuntos
Tags
  • Redator: Filipe Braga

    Filipe Braga

    Filipe Braga é um cearense extremamente simpático formado em Ciências da Computação e apaixonado por computadores e tecnologia em geral. Também participa de reviews de hardware, especialmente placas de vídeo, processadores e placas mãe.

É melhor ter o xCloud capado no iOS ou ficar sem o serviço nos iPhones?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.