Jovem chinês vende um rim para comprar iPad 2

Sabe aquela brincadeira de "vender um rim" para comprar alguma coisa? Na China, um rapaz levou isso muito a sério. Identificado apenas pelo sobrenome Zheng, o garoto, de 17 anos, vendeu o órgão para conseguir dinheiro para comprar um iPad 2.

Sem contar nada à sua família, Zheng pesquisou na Internet e encontrou um negociador disposto a pagar 22.000 yuan, o equivalente a US$3.400, por um dos seus rins, como conta a Fox News. De acordo com a publicação, o jovem saiu de sua casa na província de Anhui e foi até um hospital em Chenzhou, na província de Hunan, onde foi operado sob a supervisão de um agente especializado nesse tipo de transação.


"Eu queria comprar um iPad 2, mas não tinha dinheiro", declarou o garoto à Shenzhen TV. Ele sofreu algumas complicações em consequência da cirurgia, conforme o The Telegraph, e não conseguiu esconder a façanha. "Quando ele voltou pra casa, estava com um novo laptop e um tablet da Apple", disse a mãe do garoto, que viu a cicatriz vermelha no corpo do filho. "Eu queria saber como ele conseguiu tanto dinheiro e ele finalmente confessou que havia vendido um de seus rins."



A mãe levou Zheng de volta para Chenzhou, onde denunciou o crime à polícia. Porém, os responsÁveis não foram encontrados, jÁ que celulares dos três agentes contatados pelo rapaz estavam desligados. JÁ a equipe do hospital negou ter conhecimento sobre a operação.

Ainda segundo o The Telegraph, a negociação online de órgãos é comum na China, apesar dos constantes esforços do governo para frear a prÁtica.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Qual vai ser o melhor game de abril de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.