AMD anuncia novo processador para tablets baseados na APUs Z-Series

A AMD acaba de anunciar, durante a Computex 2011, sua nova plataforma para tablets, a HD Tablet Platform, baseada nas APUs Z-Series. O processador é desenvolvido para o mercado em rÁpido crescimento de tablets baseados em Windows. Em paralelo, a empresa lança a linha de chipsets "9-Series", ajudando os fabricantes de computadores pessoais a desenvolver plataformas de alta performance.

 

Os novos produtos AMD foram projetados para permitir experiências digitais mais imersivas para os mercados de PCs e tablets. "Com a demanda crescente por experiências visuais mais realistas e convincentes, hÁ maior necessidade por grÁficos de alta performance, grÁficos vibrantes e suaves e poder computacional incomparÁvel", disse John Taylor, diretor de marketing de produtos da AMD. "De tablets a desktops, a AMD estÁ tornando a computação de alta performance acessível a todos", completa.

 As novas APUs trazem diversos recursos, como integração total com Windows, suporte a HTML 5, Adobe Flash 10.2 e monitores externos, resultando em grÁficos nítidos para games, vídeo em streaming e outras formas de entretenimento, otimizando a experiência do usuÁrio final.

- Continua após a publicidade -

A plataforma também oferece segurança de nível corporativo, oferecendo aos administradores de TI a conveniência da portabilidade dos tablets para complementar suas ferramentas de trabalho.


Desktops com Chipsets "9-Series" da AMD

Os chipsets 9-Series da AMD oferecem a base para liberar uma melhor experiência em desktops. Esses chipsets são componentes-chave da próxima geração de plataforma para desktops da AMD, a "Scorpius", que também utilizam o processador de oito núcleos "Zambezi" e as placas grÁficas da linha AMD Radeon HD6000 para experiências de entretenimento e games em alta definição, atividade multitarefa e tweaking e overclocking para entusiastas.

Os chipsets 9-Series são os primeiros a dar suporte aos processadores AMD com soquete AM3+, compatíveis ainda com soquetes AM3 anteriores. Eles suportam ainda a tecnologia AMD CrossfireX, que permite que até quatro placas grÁficas AMD Radeon processem de forma conjunta, resultando em incrível performance grÁfica. Além disso, esses chipsets permitem gerenciamento da frequencia de clock através do software AMD OverDrive. Outras funcionalidades dos chipsets 9-Series são seis portas de interface para discos rígidos SATA 3.0 6Gbps, Gigabit Ethernet, tecnologia HyperTransport 3.0 e PCI Express Geração 2.0 para extrema experiência computacional no trabalho e no lazer.

A linha 9-Series de chipsets estarÁ disponível para uma série de fabricantes de dispositivos, incluindo ASRock, ASUS, Biostar, ECS, Foxconn, Gigabyte, Jetway e MSI.

Assuntos
Tags
amd
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

É melhor ter o xCloud capado no iOS ou ficar sem o serviço nos iPhones?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.