Exército dos EUA usa CryEngine 3 para simular combates reais

O exército dos Estados Unidos divulgou que estÁ utilizando um novo tipo de treinamento com os seus soldados. Chamado de Dismounted Soldier Training System, o sistema usa a CryEngine 3 para simular combates com efeitos climÁticos reais através de um ambiente de jogo eletrônico. O custo do projeto é de US$ 57 milhões.

 



Além disso, o DSTS ainda utiliza um sistema que captura movimentos e reage inteligentemente conforme as ações tomadas pelos soldados que se encontram em treinamento momentâneo. Isso permite interações planejadas entre esquadrões em diferentes pontos do mapa virtual, enquanto são mentalmente e fisicamente abalados pelos climas mais adversos.

"O que estamos tentando fazer é que nossos combatentes suspendam o descrédito da vitória da batalha. E a CryEngine 3 é a melhor tecnologia para simulações variadas da indústria dos videogames hoje em dia", disse Floyd West, diretor dos programas de estratégia da Divisão de Decisões inteligentes de Orlando.

"Sendo ela usada até mesmo em ‘Crysis 2' e levando em conta suas grandes possibilidades, ela nos permite fazer as mais realistas simulações. Por exemplo, podemos levar os soldados a locais recriados com um nível de detalhe absurdo no Afeganistão (montanhas, cavernas, desertos, Áreas arenosas)e no Iraque, onde podemos reproduzir tudo que envolva o visual num ângulo de 360°", completou.

O exército dos EUA planeja ter 102 sistemas DSTS instalados e integrados globalmente até Janeiro de 2012.

Assuntos
Tags
  • Redator: Andrei Longen

    Andrei Longen

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Andrei Longen é entusiasta por videogames desde os 7 anos, quando ganhou um Odyssey 2, seu primeiro console. Hoje tem PS4, PS3 e PS Vita e adora caçar troféus em todos os jogos. Colabora no Adrenaline com notícias, análises, artigos, colunas e vídeos.

Qual vai ser o melhor game de abril de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.