Zeebo, o videogame brasileiro, está com os dias contados

Assim como previu a Desciclopédia, este provavelmente serÁ o último ano do Zeebo, o primeiro videogame 100% brasileiro. A Qualcomm anunciou que estÁ deixando de investir no console dois anos depois de seu lançamento, o que acarretarÁ o fechamento do estúdio Zeebo Interactive Studios (ZIS), em Campinas, São Paulo, e , consequentemente, a demissão de seus cerca de 35 funcionÁrios.


Profecia da Desciclopédia


O Zeebo é um console que não utiliza cartuchos ou qualquer outro tipo de mídia física, seus jogos são vendidos em lojas virtuais (onde o usuÁrio pode comprar Z-credits para bancar as operações financeiras relacionadas ao aparelho). 46 jogos foram desenvolvidos para a plataforma, entre eles grandes nomes como Fifa 09, Resident Evil 4, Need for Speed Carbon, Double Dragon, Tekken 2,  Quake e Quake II.


O game "Resident Evil 4" para o Zeebo


Mesmo com títulos teoricamente expressivos, a aceitação do Zeebo não foi muito grande no mercado brasileiro (o aparelho também é vendido no México, China e Índia). Por esse motivo, e supostamente por uma tentativa frustrada de migrar da plataforma de desenvolvimento Brew para o Android, o futuro do console estÁ condenado, depois que uma de suas principais investidoras desistiu do projeto.


7ª geração do console da Tectoy lançado no Brasil em junho de 2009


A dúvida que fica para os proprietÁrios do Zeebo é se a rede 3G do aparelho continuarÁ a funcionar e se a loja virtual vai fechar, pois as empresas responsÁveis pelo videogame (Qualcomm, Tectoy e Zeebo Interactive Studios) ainda não se manifestaram oficialmente sobre o caso. Inclusive, a Qualcomm não chega a sequer mencionar a existência do console em seu site.

Assuntos
Tags
  • Redator: Pedro Lima

    Pedro Lima

    Graduando de Jornalismo e Ed. Física, Pedro cresceu jogando videogames e futebol. Dividiu sua infância e adolescência com master-system, super nintendo, 486, k6-2, playstations e outros eletrônicos. Com eles aprendeu, além de gostar de games, tecnologia e ciência, a idolatrar Homer Simpson e Jaiminho, do Chaves.

Qual o seu palpite para os preços dos consoles da próximo geração?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.