Microsoft compra o Skype. E agora?

Logo após a divulgação da compra do Skype pela Microsoft, começou a especulação sobre o futuro da plataforma, "embaixo da asa" da gigante de Redmond. Um ponto crucial jÁ foi divulgado: segundo Ballmer, o Skype seguirÁ multiplataforma, uma das características importantes do sistema, que estÁ presente em PCs, MACs, smartphones de diversos sistemas e até mesmo em televisores.

Isto é um indicativo importante sobre o rumo do Skype, pois foi cogitado que o sistema passaria a ser de funcionamento exclusivo em sistemas da Microsoft, como no Phone 7 e Windows, cessando o suporte a dispositivos com outros sistemas operacionais. A estratégia que parece mais viÁvel no momento é a inclusão do serviço em outros programas da Microsoft, com uma melhor integração em sistemas como o Live Messenger, o Windows e também em plataformas como o Xbox, tornando-se o sistema de comunicação entre os jogadores. Outra opção possível é inserir recursos adicionais para o Skype, quando usado em softwares "da casa".

No meio corporativo, outra Área de atuação forte da Microsoft, também hÁ rumores que a empresa passaria a oferecer novos serviços de comunicação na Área business. Neste caso, a Microsoft passaria a entrar em disputa com empresas de telecomunicações, oferecendo um serviço VOIP, que possivelmente teria uma boa resposta do mercado. Outra alternativa que surge é o uso mais intenso de propagandas, um caminho possível jÁ que muito dos usuÁrios utilizam apenas os serviços gratuitos da plataforma.


- Continua após a publicidade -

Quanto a um possível "desmanche" do software, aproveitando o know how do Skype para aproveitamento em programas da Microsoft, ou integração total em serviços como o Lync, alguns especialistas apontam esta alternativa como improvÁvel. Isto porque as arquiteturas dos sistemas são muito diferentes, sendo de pouco uso a inserção do sistema P2P do Skype em suíte de aplicativos da empresa.

A aquisição representa um ganho de terreno em uma Área na internet, com um portfólio de 170 milhões de usuÁrios, com 8 milhões utilizando o serviço de forma paga. Apesar do faturamento de 860 milhões de dólares, a plataforma registrou um prejuízo de 7 milhões de dólares. Só nos próximos meses saberemos as mudanças que a Microsoft farÁ para buscar um retorno do investimento de 8,5 bilhões de dólares para a aquisição do Skype.

Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

A Activision acertou ao colocar músicas do Charlie Brown Jr. no Tony Hawk's 1+2

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.