Intel anuncia "transistor 3D" para o Ivy Bridge

As três dimensões estão mesmo em alta. Depois da tecnologia do 3D estereoscópico se difundir em televisores, agora chega a vez dos transistores (unidade bÁsica dos processadores). A Intel lançou hoje (04/05), durante o anúncio mais importante do ano da empresa (segundo ela própria), a nova estrutura dos transitores da geração Ivy Bridge, com litografia de 22 nanômetros (nm).

Assista ao vídeo da Intel apresentando a nova tecnologia

 

Além da redução do tamanho dos transistores, seguindo o ciclo de lançamento de uma nova medida a cada dois anos, os aparelhos terão agora um sistema: o Tri-Gate. Nos processadores de gerações anteriores, hÁ somente uma via por onde é conduzida a corrente através do transistor, por uma passagem chamada de gate. Com a tecnologia nova, até três correntes poderão passar através de um mesmo duto. Para quem quer entender melhor este processo, pode ver um vídeo feito no museu da Intel, com a explicação do funcionamento de um transistor (e que agora, com a nova tecnologia, estÁ oficialmente desatualizado).


Fonte: Intel

O resultado desta nova tecnologia é que hÁ um melhor desempenho e um menor consumo de energia, superando os resultados alcançados apenas com a redução do tamanho na litografia. Segundo a Intel, o ganho de desempenho foi de 18%, chegando a 37% em baixa voltagem. Para quem quer mais informações, pode ver este PDF da própria Intel, apresentando outros dados. "Os novos transistores 3D ajudarão a Intel a reduzir dramaticamente o consumo de energia e os custos por transistor ao mesmo tempo em que melhoram o desempenho. Isso nos permitirÁ fabricar os melhores produtos do mundo para tudo, de dispositivos móveis de tamanho reduzido aos mais rÁpidos supercomputadores do mundo", explica o CEO da Intel, Paul Otellini.


Fonte: Intel

Concorrência com o ARM

Após a apresentação, foram direcionadas perguntas ao representantes da Intel. Entre elas, questionamentos sobre a concorrência com os processadores ARM, que ganharam espaço no mercado nos últimos meses, inclusive em Áreas onde a Intel possui um maior controle. "Em nossos testes internos, os novos processadores se mostraram bastante competitivos em relação ao ARM, em questões como desempenho e consumo de energia", contou Dadi Perlmutter, vice-presidente executivo da Intel Archutecture Group. Apesar da resposta, não foram apresentados os resultados destes testes internos.

Não foi divulgada também a data de lançamento de produtos com a tecnologia, porém Perlmutter afirmou que conseguirão seguir o cronograma da própria Intel, que determina o lançamento de um processador com a nova litografia a cada dois anos. Os primeiros processadores de 22 nm, codinome Ivy Bridge, estão previstos para 2011, enquanto a primeira geração com 14 nm estÁ prevista para 2013. Questionados sobre uma data específica de lançamento de um produto para o usuÁrio final, as resposta foi bem humorada, porém categórica: "Nós temos uma data. Só não vamos contar."

Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Qual vai ser o melhor game de abril de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.