1 a cada 5 jogadores admite migrar para X360 após invasão à PSN

Segundo pesquisa realizada pela CouponCodes4U, 1 a cada 5 donos de Playstation 3 confessam que estudam trocar seu videogame por um Xbox 360. De 2.132, um impressionante número de 447 pessoas, ou 21% do total, afirmou que estão considerando a possibilidade de trocar a Sony pela Microsoft.

HÁ 8 dias a PSN estÁ fora do ar por causa de ataques crackers. Segundo a própria Sony, nesta invasão podem ter sido roubadas informações confidenciais de 77 milhões de usuÁrios da Network, como endereços, números de cartões de crédito e demais informações cadastrais. A empresa calcula que o prejuízo causado pode chegar a 37 bilhões de reais segundo a Ponemon, Instituto americano especializado em segurança de dados. Este cÁlculo leva em conta processos judiciais, queda de ações, custos de investigações e até um possível boicote ao console, como aponta a pesquisa da CouponCodes4U. Anteontem, por exemplo, as ações da Sony chegaram a cair 2,02% na bolsa de tóquio e 2,55% na bolsa de Nova York.

Pode parecer pouco, mas essa concepção é ilusória quando se fala de uma empresa do tamanho da Sony e do quanto ela representa. HÁ 10 dias, por exemplo, as ações de Eike Batista, homem mais rico do Brasil, caíram cerca de 17%, o que custou ao empresÁrio asingela quantia de 11,9 bilhões de reais.

Ainda não hÁ previsão oficial para a volta dos serviçoes online de Play 3 e PSP. Após a invasão da rede (21 de abril), a Sony preferiu interromper a prestação dos serviços para investigar o ocorrido e oferecer mais segurança aos usuÁrios. Desde então a PSN continua fora do ar.

Assuntos
Tags
  • Redator: Pedro Lima

    Pedro Lima

    Graduando de Jornalismo e Ed. Física, Pedro cresceu jogando videogames e futebol. Dividiu sua infância e adolescência com master-system, super nintendo, 486, k6-2, playstations e outros eletrônicos. Com eles aprendeu, além de gostar de games, tecnologia e ciência, a idolatrar Homer Simpson e Jaiminho, do Chaves.

Qual você acha melhor?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.