- Publicidade -

Bungie processa em US$ 7,6 milhões YouTuber que se passou por um de seus funcionários

O criador de conteúdo iniciou uma série de pedidos de remoções de conteúdo que afetaram toda a comunidade de Destiny
Créditos: Divulgação/Bungie

A Bungie iniciou esta semana um processo contra um YouTuber em que pede US$ 7,6 milhões em danos. Segundo a empresa, Nicholas ‘Lord Nazo’ Minor se passou por um de seus funcionários e iniciou uma série de pedidos de derrubadas de conteúdos na plataforma de vídeos do Google — processo que afetou até mesmo alguns dos vídeos publicados no canal oficial da empresa.

Uma investigação conduzida pela desenvolvedora mostrou que Minor afirmava ser funcionário da CSV, empresa contratada para lidar com direitos autorais de séries como Destiny 2. Ele teria iniciado 96 acusações de DMCA (Digital Millenium Copyright Act) como uma forma de retaliação contra a desenvolvedora.

Antes de se passar por um funcionário ligado à Bungie, o YouTuber recebeu dois avisos de que teria que retirar de seu canal conteúdos protegidos pela empresa. Os casos aconteceram em dezembro de 2021 e março de 2022 e estavam relacionados ao upload não permitido das trilhas sonoras das expansões The Taken King e The Witch Queen de Destiny.

Bungie acusa YouTuber de espalhar desinformações

A desenvolvedora também afirma que Minor estava “participando de discussões da comunidade das derrubadas feitas pela Bungie, espalhando desinformação”. Além disso, o YouTuber teria aberto uma disputa com o sistema de vídeos, afirmando que os conteúdos derrubados de seu canal pessoal também faziam parte da série de pedidos fraudulentos.

Para a companhia, a atuação de Minor provocou “danos econômicos e de reputação significativos”, a obrigando a dedicar vários recursos para ajudar os produtores de conteúdo que foram prejudicados erroneamente. O valor de US$ 7,6 milhões pedido por ela leva em consideração danos calculados de US$ 150 mil por cada pedido fraudulento feito pelo YouTuber.

- Continua após a publicidade -

Recentemente, a Bungie também iniciou ações legais contra um site especializado na venda de ferramentas de cheat para Destiny 2. O processo judicial contra a Elite Boss Tech rendeu à empresa uma multa de US$ 13,5 milhões e o compromisso de que os criminosos responsáveis pelas trapaças não voltarão a oferecê-las no futuro.
 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: PC Gamer
  • Redator: Felipe Gugelmin

    Felipe Gugelmin

    Jornalista com 10 anos de experiência nas áreas de tecnologia e games, gosta de estar por dentro das últimas tendências e novidades. Dedica boa parte do tempo livre a jogar (representante da PC Master Race), mas também arranja um tempo para a vida social, leituras e dar passeiros com seu cachorro.

- Publicidade -

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.