- Publicidade -

IBM está desmontando operações na Rússia e deve demitir todos os funcionários do país

Pelo menos 1 mil empregados da companhia devem ser afetados pela decisão
Créditos: Divulgação/IBM

Após a revelação de que a Microsoft está encerrando de vez suas operações na Rússia, uma carta enviada aos funcionários da IBM revela que a empresa está seguindo o mesmo caminho. O documento confidencial enviado no dia 30 de maio pelo CEO Arvind Krishna afirma que a companhia está “realizando uma liquidação ordenada” de seus negócios no país.

A IBM estava entre as companhias que, em março deste ano, haviam decidido suspender todas as vendas de produtos para o país. No entanto, ela manteve pagando os funcionários que constavam em sua folha de pagamento, que, com a nova decisão, devem simplesmente perder seus empregos.

O processo vai começar hoje e resultar na separação de nossa força de trabalho local”, afirmou a carta de Krishna, compartilhada publicamente pelo site Engadget. No documento, o CEO reconhece as dificuldades pelas quais a equipe da IBM tem passado nos últimos meses, prometendo que vai dar o suporte para garantir que a transição seja feita “da maneira mais ordenada o possível”.

Operação na Rússia era pequena para a IBM

A decisão de deixar a Rússia deve fazer pouco para abalar o desempenho global da IBM — o país era responsável por somente 0,5% de suas receitas globais. No entanto, o tamanho da corporação faz com que ela deixe de gerar pelo menos US$ 300 milhões anuais em receitas, um valor bastante considerável.

Até o momento, a corporação não divulgou qual será a quantidade de funcionários afetados pela decisão, tampouco qual será a quantidade de parceiros regionais que podem sofrer com ela. Estimativas da Reuters apontam que a companhia possui pelo menos 1 mil funcionários na região, e nenhuma das vagas ocupadas atualmente devem ser mantidas.

- Continua após a publicidade -

Taiwan restringe vendas de CPUs à Rússia e Bielorrússia: somente chips com frequência abaixo de 25 MHz

Taiwan restringe vendas de CPUs à Rússia e Bielorrússia: somente chips com frequência abaixo de 25 MHz
Com performance inferior a 5 GFLOPs, menos que o processamento de um PS2

A decisão da IBM já teve efeitos imediatos, resultando na retirada de informações sobre suas operações na Rússia de seu site oficial. No e-mail enviado aos funcionários, o CEO Krishna afirmou que espera que a guerra contra a Ucrânia acabe logo e que a paz seja restaurada na região — mas não deixou claro esse isso pode representar a voltar da companhia oficialmente ao país.
 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: PC Gamer, Engadget
Assuntos
Tags
ibm
  • Redator: Felipe Gugelmin

    Felipe Gugelmin

    Jornalista com 10 anos de experiência nas áreas de tecnologia e games, gosta de estar por dentro das últimas tendências e novidades. Dedica boa parte do tempo livre a jogar (representante da PC Master Race), mas também arranja um tempo para a vida social, leituras e dar passeiros com seu cachorro.

- Publicidade -

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.