Iniciativa da Microsoft reduz em 33% ação dos spams

De acordo com um levantamento realizado pelo MessageLabs, o número de spams que circularam pela rede teve uma redução de 33%, graças sobretudo pela ação da Microsoft contra uma das principais pragas virtuais dos últimos tempos, o Rustock. Conforme apurou o estudo, em 2010, 88% de todos os spams foram originados por botnets, sendo que 28% foram de responsabilidade do Rustock.

Apesar da substancial redução no nível de spams, o MessageLabs deixou claro que o nível de "atuação" de outras pragas aumentou no mesmo período, tornando provÁvel assim que o volume de spam anterior à baixa deverÁ ser retomado em breve.

Assuntos
Tags
  • Redator: Filipe Braga

    Filipe Braga

    Filipe Braga é um cearense extremamente simpático formado em Ciências da Computação e apaixonado por computadores e tecnologia em geral. Também participa de reviews de hardware, especialmente placas de vídeo, processadores e placas mãe.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.