Créditos: Divulgação/AMD
- Publicidade -

AMD alcança sua maior participação de mercado histórica em CPUs x86

A empresa também testemunho um grande crescimento no mercado mobile
Por Felipe Gugelmin 13/05/2022 13:35 | atualizado 13/05/2022 13:35 Comentários Reportar erro

O lançamento da primeira geração de CPUs Zen e o investimento contínuo na área têm trazido resultados bastante positivos para a AMD. Segundo analistas da Mercury Research, a empresa atingiu no primeiro trimestre fiscal de 2022 a maior participação no mercado de CPUs x86 de toda a sua história.

Isso acontece mesmo em um momento na qual a rival Intel, após algumas gerações consideradas abaixo do esperado, conseguiu grandes saltos de poder e eficiência com a linha de 12ª Geração Alder Lake. A Mercury afirma que a AMD dominou 27,7% do mercado no primeiro trimestre deste ano, fatia que representa um aumento de 2,1% em relação ao trimestre anterior — e 7% em relação ao ano que antecedeu a análise.

A AMD também aumentou sua participação no setor de servidores, embora os números obtidos por ela tenham sido mais discretos no segmento. Segundo a empresa de pesquisas, a fabricante detém 11,6% de participação no segmento, um aumento trimestral de 0,9% e anual de 2,7% em relação a análises anteriores.

AMD tem queda nas CPUs para desktops

A análise da Mercury Research mostra que, embora os resultados gerais tenham sido positivos para a empresa, ela não conseguiu crescimentos em todos os segmentos. Na área de CPUs para Desktops, por exemplo, ela teve uma queda de 1% em sua participação de mercado em relação ao ano anterior, dominando 19,3% do segmento.

Embora não exatamente positivo para a empresa, o número representa um aumento de 2,1% na participação da empresa em relação ao trimestre anterior. Segundo os analistas da Mercury, isso representa uma recuperação nos negócios da empresa após ela ter perdido algum espaço graças ao bom desempenho da linha Alder Lake.

- Continua após a publicidade -

Segundo o presidente da empresa de análises, Dean McCarron, todo o segmento de CPUs para desktops registrou um declínio de 30% no último trimestre fiscal. Segundo ele, isso é resultado de uma queda na demanda por PCs, da crise mundial de semicondutores e dos lockdowns que provocaram fechamentos de fábricas em locais estratégicos como a China.

A AMD também aumentou sua participação no mercado mobile, onde chegou a 18% dos dispositivos analisados. Com aumentos trimestrais de 0,9% e anuais de 4,4%, a fabricante registrou os maiores aumentos de toda a sua história nesse mercado, embora ainda vá ter que lutar bastante para vencer concorrentes como ARM e a Apple.

AMD confirma APUs mobile Zen 4

AMD confirma APUs mobile Zen 4 "Dragon Range" e "Phoenix" para 2023
Já os modelos "Raphael", exclusivos para desktops, farão sua estreia ainda neste ano

Segundo a Mercury, o sucesso de Chromebooks e dos Macs baseados no chip M1 fez com que as duas companhias tivessem um grande aumento em suas vendas. A empresa de análise também afirma que o mercado mobile parece ter chegado a um ponto de maturidade, com o preço médio de CPUs chegando a US$ 138, prova de que consumidores estão focando cada vez mais em produtos de alto desempenho.
 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Tech Spot
Tags
  • Redator: Felipe Gugelmin

    Felipe Gugelmin

    Jornalista com 10 anos de experiência nas áreas de tecnologia e games, gosta de estar por dentro das últimas tendências e novidades. Dedica boa parte do tempo livre a jogar (representante da PC Master Race), mas também arranja um tempo para a vida social, leituras e dar passeiros com seu cachorro.

- Publicidade -

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.