Créditos: Divulgação/Square Enix
- Publicidade -

Outriders ainda não pagou custos de produção 1 ano após o lançamento

A People Can Fly não acredita que a expansão Worldslayer vai mudar essa história
Por Felipe Gugelmin 06/05/2022 09:39 | atualizado 06/05/2022 09:39 Comentários Reportar erro

Embora já esteja trabalhando no desenvolvimento da expansão Worldslayer para Outriders, a People Can Fly parece estar fazendo isso mais para cumprir obrigações contratuais do que pelo sucesso do jogo. Apesar de a publicadora Square Enix ter afirmado pouco após o lançamento que o título já tinha 3,5 milhões de jogadores, até agora o game sequer conseguiu pagar seus custos de produção.

Em seu relatório fiscal mais recente, a desenvolvedora revelou que, até o fim do ano fiscal finalizado em 31 de dezembro de 2021, não recebeu sequer um royalty por seu trabalho. “Isso significa que, na data do relatório, as receitas líquidas da venda de Outriders eram insuficientes para recuperar os custos e despesas incorridos pela editora para desenvolvedor, distribuir e promover o título”, explica a People Can Fly.

A situação reflete um relacionamento delicado entre a desenvolvedora do jogo e a Square Enix, que já havia se revelado publicamente em agosto do ano passado. Na época, a People Can Fly afirmou que havia sido “deixada no escuro” pela publicadora japonesa e não tinha dados exatos sobre o desempenho do jogo.

Número de jogadores foi alavancado pelo Game Pass

Embora Outriders tenha recebido um bom número de jogadores em seu lançamento, muito disso se deve ao fato de que o game estreou diretamente no Game Pass do Xbox — e chegou pouco tempo depois ao serviço para PC. Enquanto o game parece não ter rendido bons resultados financeiros, a Square Enix está disposta a manter os direitos sobre a série e não a incluiu entre as propriedades que vão passar em breve para as mãos do Grupo Embracer.

Enquanto a People Can Fly continua comprometida em finalizar o lançamento do DLC Worldslayer, programado para maio deste ano, ela não está otimista quanto ao desempenho comercial do título. “Não há como ter garantir que a receita líquida da venda de Outriders em períodos futuros será suficiente para que a editora recupere os custos incorridos e pague royalties ao grupo”, afirmou a empresa.

- Continua após a publicidade -

Mesmo que a experiência de jogo como serviço de Outriders não tenha rendido os frutos desejados, a desenvolvedora deve apostar novamente no formato com seu Project Gemini. Novamente desenvolvido em parceria com a Square Enix, o game promete trazer qualidade Triplo A e deve finalizar seu processo de desenvolvimento até o fim de 2024.
 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: PC Gamer
  • Redator: Felipe Gugelmin

    Felipe Gugelmin

    Jornalista com 10 anos de experiência nas áreas de tecnologia e games, gosta de estar por dentro das últimas tendências e novidades. Dedica boa parte do tempo livre a jogar (representante da PC Master Race), mas também arranja um tempo para a vida social, leituras e dar passeiros com seu cachorro.

- Publicidade -

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.