Créditos: Divulgação/Activision Blizzard
- Publicidade -

Cidade de Nova York abre processo contra a Activision Blizzard

Acionistas acusam o CEO Bobby Kotick de não ter conduzido a empresa da maneira apropriada
Por Felipe Gugelmin 04/05/2022 15:08 | atualizado 04/05/2022 15:08 Comentários Reportar erro

Em meio a um processo de aquisição pela Microsoft, a Activision Blizzard é alvo de um novo processo que visa atingir seu CEO, Bobby Kotick. Iniciada no dia 26 de abril na cidade de Delaware, a ação foi iniciada pelo sistema de aposentadoria e fundos de pensão que representa os professores, policiais e bombeiros da cidade de Nova York.

Segundo o site Axios, o processo acusa o executivo de acelerar o processo de compra da Microsoft como forma de escapar de outros processos que o acusam de agir de maneira inadequada durante seu comando da empresa. O grupo que abriu o processo possui participação acionária na desenvolvedora, e afirma que as ações de Kotick contribuíram para uma queda em seu valor de mercado.

A cidade de Nova York está exigindo que a Activision Blizzard forneça uma longa lista de documentos, incluindo materiais relacionados à compra pela Microsoft e aos demais possíveis interessados, citados pelo conselho de administração em memorandos públicos. O processo também exige mais detalhes sobre qual era o nível de conhecimento que Kotick possuía sobre as alegações de que a empresa era condizente com práticas de assédio sexual e abuso.

Processo acusa Kotick de ser incompetente

Embora seja voltado contra a Activision Blizzard, o processo tem como principal objetivo atingir Kotick e colocar em dúvida suas capacidades. Segundo a cidade de Nova York, é inconcebível que o executivo tenha tido a liberdade de continuar conduzindo as atividades da empresa mesmo diante de tantas acusações.

Ao obter os papéis requisitados, os responsáveis pelo processo querem usar os dados contidos neles para abrir outra ação legal contra o CEO e o quadro de diretores da companhia. “Dada a responsabilidade pessoal de Kotick pelo local de trabalho quebrado da Activision, deveria ter ficado claro para o Conselho que ele não estava apto a negociar a venda da empresa. Mas não ficou”, afirma o processo.

- Continua após a publicidade -

Investidores de Wall Street apostam que negócio entre Microsoft e Activision não dará certo

Investidores de Wall Street apostam que negócio entre Microsoft e Activision não dará certo
Analistas acreditam que a FTC e outros órgãos reguladores podem bloquear a aquisição

A cidade de Nova York também afirma que a investigação é necessária, já que a compra da Microsoft, da maneira como está posta, dá uma saída fácil para Kotick e outros diretores que não cumpriam suas obrigações. Para completar, os responsáveis afirmam que o valor de US$ 95 por ação oferecido no acordo representa uma avaliação abaixo da ideal para a Activision Blizzard, dada a qualidade de seus jogos e o escopo de seu portfólio.
 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Axios
  • Redator: Felipe Gugelmin

    Felipe Gugelmin

    Jornalista com 10 anos de experiência nas áreas de tecnologia e games, gosta de estar por dentro das últimas tendências e novidades. Dedica boa parte do tempo livre a jogar (representante da PC Master Race), mas também arranja um tempo para a vida social, leituras e dar passeiros com seu cachorro.

- Publicidade -

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.