Créditos: Divulgação/LG
- Publicidade -

VESA anuncia certificação de AdaptativeSync para VRR em monitores e displays

A associação quer facilitar o acesso de consumidores a monitores de alta qualidade
Por Felipe Gugelmin 02/05/2022 15:05 | atualizado 02/05/2022 15:05 Comentários Reportar erro

A Video Electronic Standarts Association (VESA) anunciou nesta segunda-feira (2) um novo programa de autenticação para monitores com taxas de atualização variáveis (VRR). A novidade, chamada pela companhia de Especificação de Teste de Conformidade de Exibição com Sincronização Adaptativa (ou Adaptative-Sync Display CTS, em inglês), vai testar diferentes produtos em busca de variações de desempenho e frames não exibidos.

A intenção da VESA é oferecer um padrão de certificação mais fácil de compreender e que siga regras mais claras do que os selos usados por empresas como a AMD e NVIDIA. Enquanto as fabricantes usam nomes como FreeSync e G-Sync para designar suas tecnologias de taxa de atualização variável, cada uma possui padrões diferentes para determinar a compatibilidade dos produtos que chegam ao mercado.

A intenção da associação é criar padrões que sejam abertos a todos os nomes da indústria e que sigam critérios de teste públicos, disponíveis no site oficial da iniciativa. Entre os quesitos determinados pela VESA, por exemplo, está que um monitor certificado deve ter taxas de atualização máximas de 144 Hz, não podendo exibir números que fiquem abaixo dos 60 Hz.

Certificação mede tempo de duração de quadros e mais

Outros critérios avaliados pela VESA incluem o tempo de duração de um frame na tela e a quantidade de artefatos que um monitor pode apresentar durante condições de uso normal. Segundo o presidente da força de trabalho da associação responsável pela decisão, Roland Wooster (que também trabalha como engenheiro da Intel), o selo surge como consequência do fato de que fabricantes de GPU não costumam divulgar todos os testes feitos com suas tecnologias proprietárias.

Assim, os produtos com a certificação da associação devem ser indicativos da forma como uma tela vai se comportar com qualquer fonte capaz de trabalhar com taxas de atualização variáveis. A novidade só vai ser aplicada em dispositivos que trabalhem com o padrão DisplayPort certificado pela VESA, o que significa que ela não vai ser aplicada em telas que oferecem VRR por conexões HDMI 2.1, por exemplo.

- Continua após a publicidade -

Segundo Wooster explicou para o The Verge, a VESA espera que seu novo padrão de certificação garanta aos consumidores acesso fácil a produtos com maior qualidade. Ele afirma acreditar que menos da metade dos monitores certificados por fabricantes vão conseguir passar nos novos testes estabelecidos, que vão gerar dois selos: o MediaSync, para telas feitas para a criação de conteúdos e reprodução de vídeos, e AdaptativeSync, voltado àquelas produzidas para trabalhar com games.
 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: The Verge
  • Redator: Felipe Gugelmin

    Felipe Gugelmin

    Jornalista com 10 anos de experiência nas áreas de tecnologia e games, gosta de estar por dentro das últimas tendências e novidades. Dedica boa parte do tempo livre a jogar (representante da PC Master Race), mas também arranja um tempo para a vida social, leituras e dar passeiros com seu cachorro.

- Publicidade -

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.