Créditos: AO Media
- Publicidade -

Intel lança codec de vídeo AV1 para CPUs

Codec AV1 promete lidar com resoluções super altas
Por Mateus Lecchi 22/04/2022 17:51 | atualizado 22/04/2022 19:31 Comentários Reportar erro

Como sendo um dos membros fundadores da Alliance for Open Media, a Intel fez muito para promover o codec AV1 e torná-lo mais acessível aos fabricantes/fornecedores de conteúdo e usuários finais. A Intel foi a primeira a oferecer decodificação de hardware AV1 com suas GPUs Xe-LP em 2020. Esta semana, lançou a versão 1.0 de seu codificador e decodificador AV1 de tecnologia de vídeo escalável de código aberto rápido para CPUs. O SVT-AV1  funciona com todos os processadores modernos. 

O codec de vídeo de código aberto AV1 foi projetado para resoluções de ultra-alta definição, ampla gama de cores e aprimoramentos de alta faixa dinâmica. A AOMedia disse em 2018 que seu AV1 era 30% mais eficiente do que os codecs existentes (principalmente concorrendo com o H.265/HEVC projetado para conteúdo 4K ou maiores resoluções), o que é um grande negócio. 

Mas um problema com codecs altamente eficientes é que eles são extremamente custosos em relação a recursos de hardware e geralmente exigem aceleração de hardware para funcionar corretamente. Enquanto isso, as CPUs modernas têm muitos recursos e novas instruções que podem ser aplicadas à decodificação e codificação, que é exatamente o que o SVT-AV1 faz. 

O SVT-AV1 é uma biblioteca de codificador/decodificador independente de padrão escalável que pode tirar proveito da natureza multinúcleo das CPUs modernas e das instruções AVX2. O SVT-AV1 também adiciona otimizações adicionais para as instruções AVX2 a fim de aumentar o desempenho, melhorias na qualidade da imagem, decodificação rápida para mais níveis predefinidos e suporte a quadros S, conforme publicação no portal Phoronix.

- Continua após a publicidade -

As bibliotecas SVT-AV1 da Intel são suportadas em máquinas x86 modernas (Intel Core de 5ª Geração “Broadwell” superior, e também em processadores AMD) em sistemas MacOs, Linux e Windows. A Intel e a Netflix iniciaram inicialmente o projeto SVT-AV1 para desenvolver um codificador AV1 com qualidade de produção com níveis de desempenho aplicáveis a várias situações, desde vídeo sob demanda até codificação/transcodificação de transmissões ao vivo. 

Em agosto de 2020, a biblioteca codificada/decodificada SVT-AV1 foi adotada pelo Grupo de Trabalho de Implementação de Software (SIWG) da AOMedia para tornar o AV1 mais popular. O lançamento do SVT-AV1 versão 1.0 é um marco no desenvolvimento das bibliotecas de codificador/decodificador. 

A versão 1.0 das bibliotecas de codificador/decodificador SVT-AV1 é um marco e uma boa notícia para criadores de conteúdo e consumidores. No entanto, para empresas como a Netflix, a Intel agora oferece aceleradores Arctic Sound-M baseados em silício DG2 que podem lidar com oito fluxos 4K simultâneos e suporta codificação e decodificação AV1 acelerada por hardware.

- Continua após a publicidade -

A placa single-tile Intel Arctic Sound 1T possui uma GPU Xe-HP com 384 EUs e 16 GB de memória HBM2E, oferecendo uma largura de banda máxima de até 716 GB/s (o que provavelmente indica duas pilhas de HBM2E que usam um interface de 2048 bits). O acelerador é uma placa low profile de slot único classificada para um TDP de 150W.  

A placa Arctic Sound 2T da Intel carrega uma GPU Xe-HP com dois blocos, 960 EUs (480 × 2 para ser mais preciso) e 32 GB de DRAM HBM2E. O acelerador usa um formato padrão e é classificado para um TDP de 300W fornecido usando um conector de alimentação de oito pinos.

A arquitetura Xe-HP da Intel está muito longe da arquitetura Xe-LP da empresa que conhecemos das GPUs para consumidor consumidor Iris Xe. A placa Xe-HP suporta mais formatos de ponto flutuante (por exemplo, FP16, FP32, FP64 para uso geral, formato bfloat16 para computação AI/ML), instruções mais específicas de computação, instrução de convolução DP4A para deep learning e extensões XMX da Intel.

As GPUs Xe-HP orientadas para datacenter usam unidades de execução (EUs) totalmente novas com várias melhorias de IPC, oferecem suporte à memória HBM2E e são feitas usando a tecnologia de processo SuperFin de 10 nm com desempenho otimizado da Intel. Em suma, o Xe-HP não é a Xe-LP ou a Xe-HPG com esteróides, mas algo completamente diferente. 

A Intel agora permite que alguns de seus clientes visualizem suas placas de computação Arctic Sound com implementações Xe-HP single-tile e dual-tile. A Intel anunciou uma implementação Xe-HP quad-tile no ano passado e até demonstrou um desses aceleradores em ação, oferecendo mais de 42 TFLOPS de desempenho em FP32.  

Os planos para a Xe-HP da Intel não são completamente claros, pois a empresa nunca os detalhou. Enquanto isso, a contagem de UE dessas duas placas é um pouco menor do que o esperado (assumindo que um bloco Xe-HP possui 512 UEs). Enquanto isso, não temos ideia de quando e quais configurações a Intel planeja lançar.

Raja Koduri, líder do setor de GPUs da Intel, se torna vice-presidente executivo da empresa

Raja Koduri, líder do setor de GPUs da Intel, se torna vice-presidente executivo da empresa
A promoção surge como reconhecimento de seus esforços na linha Arc Alchemist

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Tom’s Hardware
Tags
  • Redator: Mateus Lecchi

    Mateus Lecchi

    Um jogador de carteirinha, consumidor de séries, conteúdo sobre hardware, consoles, smartphones e mais! Desenvolvedor PHP. Do interior do Espírito Santo, sempre jogando, desenvolvendo. ;)

- Publicidade -

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.