E-commerce cresceu 40% em 2010

O e-commerce brasileiro teve desempenho acima do esperado em 2010. De acordo com a e-bit, o faturamento para o ano foi de R$ 14,8 bilhões, um crescimento nominal de 40% frente aos R$ 10,6 bilhões faturados em 2009. Esse resultado superou, inclusive, a previsão anterior da empresa, que considerava um faturamento de R$ 14,5 bilhões.

Estas são algumas das informações disponíveis na 23ª edição do Relatório "WebShoppers", realizado pela e-bit, com o apoio da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net).
Os bons resultados dos índices podem ser atribuídos principalmente pelo incremento de vendas proporcionado pela Copa do Mundo. O evento futebolístico colaborou efetivamente para o aumento na venda de televisores de tela fina, especialmente aparelhos de LCD.

Outros fatores para o superaquecimento do setor foram a entrada de novos players, a consolidação de grandes grupos de varejo e o aumento da renda do consumidor. Essas ações contribuíram para aumentar a confiança dos e-consumidores no setor e alavancar as cifras.
Durante o ano, as categorias que se destacaram das demais e terminaram o ano como as preferidas nos carrinhos virtuais dos e-consumidores foram Eletrodomésticos (14%), Livros, Assinaturas de Revistas e Jornais (12%), Saúde, beleza e medicamentos (12%), InformÁtica (11%), e Eletrônicos (7%).

- Continua após a publicidade -


Expectativas para 2011

Segundo Guasti,  diretor geral da e-bit, os ventos devem continuar soprando a favor do e-commerce em 2011. "O bom rendimento do canal não deve parar e seguirÁ com crescimento significativo esse ano. Com a maior consolidação do setor, aliada às novas ferramentas que auxiliam os consumidores na hora de realizar uma compra, como as redes sociais, o faturamento do e-commerce brasileiro deve continuar sua expansão, ainda que num ritmo menor que o ano passado", conclui.

A expectativa é a de que o comércio eletrônico fature R$ 20 bilhões nesse ano, um crescimento nominal de 30% em relação ao ano de 2010 (R$ 14,8 bilhões).

Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Qual você acha melhor?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.