Créditos: Divulgação/Activision Blizzard
- Publicidade -

Ex-chefe do Xbox tentou comprar a Blizzard duas vezes no passado

A Westwood Studios também foi um alvo que a Microsoft deixou passar
Por Felipe Gugelmin 19/04/2022 09:56 | atualizado 19/04/2022 09:56 Comentários Reportar erro

Anunciada oficialmente em janeiro deste ano, a compra da Activision Blizzard pela Microsoft não representa a primeira vez em que a aquisição é tentada pela empresa. Em uma entrevista concedida ao podcast XboxEra (a partir dos 41 minutos do vídeo abaixo), Ed Fries, chefe do Xbox durante a época de lançamento da primeira versão do console, afirmou que outras tentativas de adquirir a Blizzard já haviam sido feitas no passado.

Segundo Fries, durante seu tempo na Microsoft houve pelo menos duas tentativas de adicionar a desenvolvedora ao catálogo da empresa, que acabaram falhando. Ele também afirma que a companhia tentou comprar a Westwood Studios, responsável por séries como Dune e Command & Conquer, que foi adquirida em 1998 pela Electronic Arts e teve suas atividades encerradas em 2003.

Fries explica que a desenvolvedora era de grande interesse para a Microsoft pela importância que o gênero de estratégia em tempo real possuía na época. Segundo ele, a compra da Westwood poderia reforçar a posição da dona do Windows no mundo dos PCs, que na época tinha a série Age of Empires como um de seus maiores sucessos.

História da Blizzard poderia ter sido bem diferente

O ex-chefe do Xbox disse que a companhia estava bastante próxima de finalizar a compra da Westwood, mas que eventos de sua vida pessoal acabaram impedindo isso. Fries explica que tirou 10 dias de folga para comemorar seu casamento e, ao voltar ao trabalho, descobriu que a desenvolvedora havia preferido aceitar a oferta feita pela Electronic Arts.

O executivo também explicou que o desejo de adquirir a Blizzard surgiu a partir do sucesso da companhia no mesmo gênero de estratégia, com jogos como WarCraft 3. Segundo ele, as duas tentativas de compra não foram bem-sucedidas porque os lances feitos foram superados primeiro pela CUC International e, mais tarde, pela francesa Havas (que pertencia à Vivendi) — tudo isso muito antes de a Activision sequer entrar em jogo.

- Continua após a publicidade -

Fries explica que, após a segunda tentativa, a Blizzard lançou World of Warcraft e se tornou tão bem-sucedida que acabou virando “impossível de comprar nos anos seguintes. A vontade do antigo chefe do Xbox deve finalmente ser realizada até março de 2023, caso as autoridades responsáveis por analisar a compra da Activision Blizzard pela Microsoft não façam oposição à finalização da negociação.
 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Kotaku
  • Redator: Felipe Gugelmin

    Felipe Gugelmin

    Jornalista com 10 anos de experiência nas áreas de tecnologia e games, gosta de estar por dentro das últimas tendências e novidades. Dedica boa parte do tempo livre a jogar (representante da PC Master Race), mas também arranja um tempo para a vida social, leituras e dar passeiros com seu cachorro.

- Publicidade -

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.