Créditos: Divulgação/CristianIS/Pixabay
- Publicidade -

Rússia pretende iniciar a produção local de chips de 28 nanômetros até 2030

O país pretende investir pesado na indústria local para tentar compensar seu crescente isolamento global
Por Felipe Gugelmin 16/04/2022 10:21 | atualizado 16/04/2022 10:21 Comentários Reportar erro

Alvo de diversas sanções econômicas desde que iniciou a guerra contra a Ucrânia, a Rússia está planejando reviver sua indústria de produção e desenvolvimento de chips. No entanto, enquanto fundições como a TSMC já se preparam para produzir litografias de 2 nanômetros, os planos do governo local incluem a fabricação de modelos de 28 nanômetros até o ano de 2030.

Segundo a CNews (via Tom’s Hardware), o governo russo pretende investir o equivalente a US$ 38,42 bilhões até a data como forma de desenvolver sua indústria local de semicondutores. O dinheiro vai ser investido na criação de processos de fabricação próprios, desenvolvimento de talentos locais e no marketing das soluções oferecidas pelo país.

Desse valor, pelo menos US$ 5 bilhões devem ser investidos em novas plantas de fabricação e na atualização das fábricas que já operam no local. Os planos iniciais envolvem viabilizar a produção de chips de 90 nanômetros até o final de 2022, enquanto é previsto somente para 2030 a fabricação em massa de chips de 28 nanômetros — algo que a TSMC começou a fazer em 2011.

Rússia planeja iniciativa de engenharia reversa

Uma parte importante dos planos da Rússia para desenvolver sua indústria externa é o estabelecimento de uma nova iniciativa de engenharia reversa. A intenção é usar “soluções externas” como base para a criação de produtos fabricados em território nacional — o objetivo do governo é que todos os itens digitais que chegam aos consumidores sejam produzidos internamente até o fim de 2024.

Nesse cenário, a China deve se mostrar uma parceira importante, fornecendo acesso a bens de consumo que não podem ser fabricados no país. A decisão do governo russo surge como uma reação às sanções econômicas que tem sofrido, bem como à decisão de diversas empresas — incluindo nomes como Intel, AMD, Microsoft e TSMC — de encerrar suas atividades no território.

- Continua após a publicidade -

Embora empresas russas tenham se mostrado bem-sucedidas em criar softwares e serviços tecnológicos, a indústria de semicondutores do país nunca chegou a realmente decolar. Resta esperar para descobrir se os esforços do governo local vão conseguir compensar o isolamento cada vez maior que o país está tendo em relação ao mercado global de chips.
 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: Felipe Gugelmin

    Felipe Gugelmin

    Jornalista com 10 anos de experiência nas áreas de tecnologia e games, gosta de estar por dentro das últimas tendências e novidades. Dedica boa parte do tempo livre a jogar (representante da PC Master Race), mas também arranja um tempo para a vida social, leituras e dar passeiros com seu cachorro.

- Publicidade -

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.