G1-Killer: linha de placas mãe para gamers da Gigabyte chega ao Brasil

Durante coletiva de imprensa realizada em sua sede, em São Paulo, a Gigabyte anunciou oficialmente a chegada ao Brasil da G1-Killer, família de placas mãe destinada ao público gamer. A G1-Killer foi lançada mundialmente em janeiro, durante a última CES, em Las Vegas, e é composta por três placas mãe: G1.Assassin, G1.Sniper e G1.Guerrilla, todas baseadas no chipset Intel X58 e que além do nome, possuem design que remete a jogos FPS, com direito a pente de metralhadora e outras características próprias que dão o ar gamer a série.

Assista a apresentação das novas placas pelo gerente de produtos da Gigabyte

 

A G1.Assassin, modelo top da família G1-Killer, possui formato XL ATX, um pouco maior do que as placas ATX padrões. A placa vem equipada com 6 slots DDR3 e suporte a até 24GB, 4 portas PCI Express, possibilitando instalar até 04 placas de vídeo em CrossFire e 03 placas em SLI, 02 portas SATA 3, 06 portas SATA 2, 08 entradas USB 3.0, 08 portas USB 2.0, LAN Bigfoot Killer E2100, que possui uma Unidade de Processamento de Rede com um 1GB de memória DDR2 dedicada, ajudando a liberar a utilização da CPU. O Áudio fica a cargo da Creative, com tecnologia EAX HD 5.0, possibilitando uma melhor experiência de som surround em músicas, filmes e jogos. Todas essas caraterísticas tem um peso, no caso, no bolso do consumidor, com preço estimado em R$ 1.500,00 e disponibilidade a partir do final de março nos principais canais de vendas da Gigabyte.

- Continua após a publicidade -


G1.Assassin é a placa mãe high end da família gamer

A G1.Sniper, placa intermediÁria da família G1.Killer, possui basicamente as mesmas funções da G1.Assassin, com menos conexões e 03 portas PCI Express, o que permite plugar "apenas" 03 placas de vídeo em paralelo, diminuindo também o tamanho da placa, que é padrão ATX. As demais configurações são identicas a G1.Assassin, porém com preço mais acessível, em torno de R$ 1.200,00, o que a torna uma melhor relação custo/benefício, a menos que você queira fazer um Crossfire com 04 GPUs...


A G1.Sniper possui uma melhor relação custo benefício

A G1.Guerrilla, por sua vez, é a placa de entrada da série, mas apesar de ser o modelo mais bÁsico, possui quase todas as características da G1.Sniper, porém sem o chip de Áudio da Creative, substituído por um chip da Realtek, o que certamente diminui a qualidade de Áudio, ao menos para os gamers que possuem um sistema de som 5.1, ou um headset de alta qualidade, com a vantagem de derrubar o preço da placa para a faixa de R$ 999,00.

"A GIGABYTE estÁ orgulhosa de anunciar o lançamento das Placas-Mãe G1-Killer no mercado brasileiro. As placas-mãe são equipadas com as mais avançadas tecnologias para Rede, Audio, Vídeo e Proteção, tudo o que um Gamer precisa para sentir-se dentro de um jogo, Prepare-se, Weaponize Yourself!!!", anunciou o Sr. Dandy Yeh, co-fundador e Chairman da GIGABYTE, que veio ao Brasil para o anúncio da linha gamer. Seguindo a mesma linha de raciocínio, Clayton Faria, gerente de produto da Gigabyte, destacou que a família G1-Killer foi desenvolvida para gamers de elite, com requisitos obrigatórios para este nicho de mercado: suporte a múltiplos grÁficos, Áudio top de linha, rede mais rÁpida, adicionando ainda maior durabilidade e estabilidade. O design da placa, com heatpipes no estilo cano de fuzil e pente de balas, deixa claro que a inspiração da Gigabyte para desenvolver a G1-Killer foram os games de FPS.

- Continua após a publicidade -

Além das características jÁ citadas, todas as placas da família G1-Killer tem seus nomes inspirados em personagens com perfis que caracterizam cada placa, por exemplo, o G1.Assassin é o líder dos paramilitares, mestre nas 05 principais artes marciais mundiais, especialista em lingüística, disfarces e subterfúgios. As caixas em que as placas são vendidas possuem cores sóbrias, com o logotipo da família G1-Killer, uma caveira com a faca entre os dentes, estampado na parte inferior da caixa, e que somado aos demais detalhes utilizados na linha gamer da empresa, deixam mais do que claro o público alvo a ser atingido. Politicamente correto? Não, não é... mas sem dúvida tem seu público cativo. 


A caixa da G1.Sniper com elementos sóbrios contrastando com o "faca na caveira"

Ahhh, a Gigabyte aproveitou o evento para apresentar a sua primeira placa da linha Sandy Bridge - pós recall - com chip B3 - a chegar ao Brasil. A P67A-UD5-B3, deve chegar por aqui no início de abril, jÁ com os problemas por nós abordados no "Dossiê Cougar Point" solucionados.

Assuntos
Tags
  • Redator: Jacson Boeing

    Jacson Boeing

    Apaixonado por tecnologia, gadgets e pelo universo geek em geral, Jacson Boeing é sócio-fundador e Editor do Adrenaline, onde desenvolve um trabalho de bastidores, desenvolvendo parcerias e formas criativas de dominar o universo! Fora os sonhos ambiciosos, também ajuda no desenvolvimento de pautas e escreve esporadicamente sobre tecnologia, além de viajar para cobrir in-loco alguns eventos internacionais considerados importantes dentro da estratégia de expansão do Adrenaline.

Qual você acha melhor?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.