CPU ARM para servidores da Calxeda será 20 mais eficiente que x86

A empresa Calxeda (anteriormente conhecida como Smooth-Stone), revelou nessa sexta-feira o seu primeiro processador baseado na arquitetura ARM, voltado para servidores.

De acordo com a empresa, a maior vantagem de utilizar uma solução SoC (System-on-Chip – algo como um sistema inteiro em um único chip), estÁ no custo benefício em se tratando de desempenho x consumo de energia x preço.

A primeira geração, que conta com 4 núcleos ARM Cortex-A9, tem TDP (jÁ inclusa a DRAM) total de 5W, ou 1,25W por núcleo. A título comparativo, a CPU x86 de menor consumo (AMD Opteron) tem 5,83W por core. Desta forma, serÁ possível criar um super servidor com 120 nós do processador (480 núcleos), graças ao empilhamento 2U.

Para quem ainda não estÁ convencido do potencial da arquitetura ARM, a Calxeda informou que em breve irÁ revelar soluções SoC que oferecerão entre 5 e 10 vezes mais performance por watt que as CPUs x86 e que serão de 15 a 20 vezes mais eficientes quando adicionado o fator preço.

- Continua após a publicidade -

O que é mais estranho, e que de certa forma desapontou a comunidade, é o fato da Calxeda ter utilizado um SoC baseado no Cortex-A9, e não em um Cortex-A15, bem mais avançado, e especialmente projetado para servidores.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: Filipe Braga

    Filipe Braga

    Filipe Braga é um cearense extremamente simpático formado em Ciências da Computação e apaixonado por computadores e tecnologia em geral. Também participa de reviews de hardware, especialmente placas de vídeo, processadores e placas mãe.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.