Créditos: Divulgação/Activision Blizzard
- Publicidade -

Blizzard divulga plano para reconstruir a confiança de seus funcionários

O presidente Mike Ybarra também prometeu mais conteúdos e inovações para os jogadores
Por Felipe Gugelmin 21/01/2022 13:32 | atualizado 21/01/2022 13:32 Comentários Reportar erro

Através de uma mensagem publicada no site oficial da Blizzard na última quinta-feira (20), o presidente da companhia, Mike Ybarra, detalhou uma série de medidas que serão tomadas para retomar a confiança de seus funcionários. Segundo o executivo, 2021 foi um “ano desafiante para todos nós” e a prioridade da desenvolvedora é construir um ambiente de respeito e dignidade.

O executivo afirmou que, além de prestar atenção às manifestações feitas por desenvolvedores, também esteve atento aos pedidos da comunidade. “Fui encorajado pela leitura de fóruns, publicações em redes sociais e e-mails de pessoas dentro e fora da Blizzard, defendendo o que é certo e nos liderando com seus conselhos”, declarou Ybarra.

Entre as mudanças propostas pelo presidente da Blizzard está a formação de um novo time de relações humanas, a ampliação das equipes de compliance e o estabelecimento de metas de inclusão. Além disso, os pagamentos de executivos e cargos de liderança passam a ser atrelados às suas capacidades de criar ambientes seguros, inclusivos e criativos.

Blizzard tenta contornar crise

A mensagem de Ybarra surge em um momento no qual a Blizzard está envolta em uma série de acusações relacionadas a uma cultura interna marcada pela desigualdade e abusos. O executivo assumiu a liderança da empresa pouco após seu antecessor, J Allen Brack, deixar o cargo como resposta a um processo aberto pelo Departamento de Emprego e Habitação Justos da Califórnia.

- Continua após a publicidade -

A própria chegada de Ybarra ao cargo venho acompanhada por polêmicas: ele assumiu a direção da desenvolvedora junto a Jan Oneal, que anteriormente exercia a liderança da Vicarious Visions. No entanto, a parceria durou somente três meses, quando ela deixou a empresa alegando que ganhava menos para exercer a mesma função de seu colega e que se recusava a ser usada como um símbolo de inclusão em uma empresa que pouco fazia para mudar.

Em sua mensagem, o presidente da Blizzard também reafirmou que a empresa precisa entregar mais conteúdo aos jogadores e trabalhar mais para inovar dentro de jogos existentes e projetos futuros. No entanto, o executivo não chegou a comentar algumas das exigências do movimento ABK Workers Alliance que, entre outros pedidos, quer que a empresa passe a adotar auditorias independentes e estabeleça uma política de salários transparente.
 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: PC Gamer, Kotaku, Blizzard
  • Redator: Felipe Gugelmin

    Felipe Gugelmin

    Jornalista com 10 anos de experiência nas áreas de tecnologia e games, gosta de estar por dentro das últimas tendências e novidades. Dedica boa parte do tempo livre a jogar (representante da PC Master Race), mas também arranja um tempo para a vida social, leituras e dar passeiros com seu cachorro.

- Publicidade -

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.