Créditos: Divulgação/Electronic Arts
- Publicidade -

Electronic Arts também estava interessada na Activision Blizzard, revela CEO

Segundo Bobby Kotick, a EA não tinha os mesmos recursos que a Microsoft foi capaz de oferecer
Por Felipe Gugelmin 19/01/2022 12:11 | atualizado 19/01/2022 12:11 Comentários Reportar erro

Anunciada oficialmente na última terça-feira (18), a compra da Activision Blizzard pela Microsoft poderia não ter acontecido por influência da Electronic Arts. Segundo Bobby Kotick, CEO que comanda a Activision, a publicadora de séries como Battlefield, Dragon Age e FIFA também tinha interesse em ampliar seu catálogo com propriedades como Call of Duty, Warcraft e Overwatch.

Em uma entrevista concedida ao site Venture Beat, Kotick afirmou que, enquanto conversas aconteceram com a Electronic Arts, o acordo acabou não indo para frente. “Acredito que, mesmo se tivéssemos nos consolidado dentro da EA, isso não teria nos dado o que precisávamos para ir adiante”.

O executivo afirma que viu na Microsoft um grande parceiro que ajudaria a Activision a executar seus planos de produção — que devem envolver milhares de pessoas. Durante a entrevista, ele afirma que conversou tanto com Phil Spencer (chefe da divisão Xbox) quanto com Satya Nadella (CEO da Microsoft) sobre projetos grandiosos que as duas empresas poderiam realizar em parceria.

Outros nomes também demonstraram interesse na Activision Blizzard

Em uma reunião com investidores realizada pouco após o anúncio da compra, Kotick chegou a mencionar que outros parceiros em potencial também estavam interessados no negócio. Sem citar nomes, o executivo afirmou que, no final das contas, “todas as estradas levavam à Microsoft”.

- Continua após a publicidade -

A Microsoft tem todas as tecnologias importantes de que precisamos para entrar a nova geração de games. E, como a Activision, a Microsoft tem uma cultura de paixão pelos games que data dos anos 1980”, explicou o CEO. Ele também afirmou que a nova dona da Activision Blizzard é marcada pelo carinho e pela empatia, valores essenciais para a cultura de trabalho que ele deseja que seja um padrão entre seus estúdios.

Bobby Kotick é considerado uma figura controversa na indústria dos games: sob sua liderança, a Activision Blizzard trouxe lucros-recordes para acionistas, mas se viu envolta em diversas polêmicas relacionadas a uma cultura de trabalho marcada pelo assédio. Enquanto o executivo deve permanecer no cargo até o fim do processo de aquisição (que deve acabar em 2023), não está claro qual será seu destino após isso.
 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: GameSpot
  • Redator: Felipe Gugelmin

    Felipe Gugelmin

    Jornalista com 10 anos de experiência nas áreas de tecnologia e games, gosta de estar por dentro das últimas tendências e novidades. Dedica boa parte do tempo livre a jogar (representante da PC Master Race), mas também arranja um tempo para a vida social, leituras e dar passeiros com seu cachorro.

- Publicidade -

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.