Créditos: Divulgação/Sony

Patente da Sony traz soluções para o PlayStation 5 rodar jogos de PS1, PS2 e PS3

O registro propõe ajustes automáticos via software para garantir a reprodução dos games de cada plataforma
Por Felipe Gugelmin 13/01/2022 09:10 | atualizado 13/01/2022 09:10 Comentários Reportar erro

Enquanto o PlayStation 5 consegue rodar sem problemas a maior parte da biblioteca de jogos do PlayStation 4, fãs da Sony ainda não conseguem usar a plataforma para jogar títulos das versões mais antigas do console. A empresa japonesa parece estar atenta às demandas dos jogadores, conforme indica uma patente registrada por ela recentemente no qual ela descreve caminhos para ampliar a retrocompatibilidade do console.

O documento foi registrado pela Sony no dia 6 de janeiro deste ano, e descreve um método de “compatibilidade com versões anteriores através do uso de spoof de clock e controle de frequência de granulação fina”. Em outras palavras, o sistema seria capaz de detectar o hardware original para qual um jogo foi criado e adaptar automaticamente seu comportamento para gerar o resultado esperado.

Enquanto o PlayStation 5 traz componentes poderosos, fazer com que um jogo do PlayStation 1 rode bem nele não é um processo tão simples quanto colocar o disco no leitor. Como os jogos antigos foram desenvolvidos para trabalhar com componentes diferentes e com clocks de operação mais baixos, eles podem apresentar problemas de desempenho — como um sistema física completamente quebrado — em plataformas mais recentes.

Sistema da Sony promete ajustes inteligentes de hardware

Segundo o registro da Sony, quando o PlayStation 5 detectasse que um jogo não foi feito para o console, o sistema entraria em ação para fazer os ajustes necessários. “Executando a aplicação em uma segunda frequência de clock inclui sincronizar a operação do processador da atual versão do sistema com a segunda frequência de clock”, descreve a empresa.

- Continua após a publicidade -

O documento também descreve a necessidade de ajustar diferentes níveis de latência, e o fato de que características como cachês L3 não estavam disponíveis em plataformas anteriores. Na prática, o objetivo do registro é simples: mostrar os caminhos pelos quais o console atual pode ser ajustado para rodar a biblioteca de plataformas como o PlayStation 1, PlayStation 2 e PlayStation 3.

Como a solução proposta pela Sony se baseia em software, ela poderia ser distribuída para todos os jogadores através de uma atualização do PlayStation 5. Como toda patente, ela não necessariamente serve como indício de um produto que realmente será lançado pela empresa — no entanto, rumores recentes sobre o “Project Spartacus” indicam que ela está preparando um concorrente para o Xbox Game Pass, que sem dúvida iria se beneficiar com o oferecimento de seu vasto catálogo passado.
 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Dual Shockers
  • Redator: Felipe Gugelmin

    Felipe Gugelmin

    Jornalista com 10 anos de experiência nas áreas de tecnologia e games, gosta de estar por dentro das últimas tendências e novidades. Dedica boa parte do tempo livre a jogar (representante da PC Master Race), mas também arranja um tempo para a vida social, leituras e dar passeiros com seu cachorro.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.