Créditos: Game Informer

Phil Spencer defende sistema de banimento entre plataformas

Embora ele saiba que seja "difícil como indústria"

Todo gamer já deve ter esbarrado com outros jogadores tóxicos em partidas online, isso é praticamente inevitável. Existem banimentos por mau comportamento, mas ainda é algo superficial. Phil Spencer sabe disso e gostaria que existisse um sistema integrado entre todas as plataformas para banimento a nível multi plataforma.

O chefe da divisão Xbox disse, em entrevista ao The New York Times (paywall), que a Microsoft tem interesse em algo do tipo. Spencer reconhece que isso seria algo difícil de alcançar, mas ainda assim esperar ver a ideia em ação um dia. Um banimento multi-plataforma implica em todas as marcas trabalhando juntas, algo que seria desafiador.

"Algo que eu amaria ser capaz de fazer - isso é difícil como indústria - é quando alguém leva um banimento em uma de nossas redes, teria alguma forma de banirmos essa pessoa em outras redes?", disse Spencer. Aliado a isso, o chefe do Xbox comenta sobre uma "lista de usuário banido" de um jogador sendo levada para outra plataforma. Dessa forma, você evitaria aqueles jogadores em qualquer plataforma.

"E eu amaria ser capaz de trazê-los para outras redes onde eu jogo. Então esse é o grupo de pessoas que eu escolho não jogar junto. Porque eu não quero ter que recriar isso em toda plataforma que eu jogo videogame", comenta Phil Spencer. Como ele mesmo já disse, é algo difícil de acontecer, mas vale lembrar que hoje existe cross-play entre PlayStation e Xbox, algo que parecia improvável no passado.

- Continua após a publicidade -

Spencer diz ainda que o Xbox usa uma IA para "monitorar o sentimento da conversa" para detectar "quando uma conversa está indo para um ponto destrutivo". A Activision é uma das desenvolvedoras que não perdoa comportamento tóxicos em jogos Call of Duty, levando até mesmo a lista de banimento de um título para outro. No meio do ano passado, a desenvolvedora chegou a banir meio milhão de jogadores de Call of Duty: Warzone. Embora tenha sido por trapaças, não deixa de ser uma forma de ser tóxico.

A ideia de Spencer seria o ideal para por fim, ou pelo menos amenizar, os comportamentos hostis em jogos online. Ele teria que convencer a Nintendo e a Sony de que isso seria uma boa ideia. Boa sorte, Spencer. 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: Gamerant Fonte: New York Times
  • Redator: Raphael Giannotti

    Raphael Giannotti

    Entusiasta de JRPG, viveu a era de ouro do gênero nos anos 90. Fã incondicional de Zelda e Final Fantasy, hoje garimpa as bibliotecas de PC em busca de jogos épicos como esses. Enquanto não acha, zera tudo (ou quase) o que vê pela frente. Hobby atual: jogar o máximo de souls-like e metroidvania. Jornalista formado pela UFMA, gamer desde 1991.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.