Créditos: Divulgação/Elifxlite/Pixabay

Norton adiciona minerador de moedas Ethereum em seu aplicativo de segurança 360

O software facilita a mineração de criptomoedas, mas cobra taxas de operação que chegam a 15%
Por Felipe Gugelmin 10/01/2022 09:28 | atualizado 10/01/2022 11:44 Comentários Reportar erro

Conhecida por seus softwares de segurança, a NortonLifeLock tem sido criticada pela adição de um sistema de mineração de criptomoedas no Norton 360, seu principal software de segurança. Enquanto o recurso foi divulgado publicamente pela empresa em junho de 2021, somente agora ele está sendo disponibilizado para todos os usuários, o que resultou em uma série de protestos.

Enquanto o sistema de mineração da criptomoeda Ethereum é desligado por padrão, muitos usuários questionam o nível de segurança oferecido pelo aplicativo. Outras críticas envolvem preocupações ambientais com o impacto gerado pela mineração, bem como o desejo de não adicionar a uma plataforma de segurança recursos pouco relacionados com a área.

O sistema presente no Norton 360 usa o poder de computação coletivo dos usuários do aplicativo para realizar os cálculos necessários que resultam na criação de novas moedas Ethereum. A empresa divulga o recurso como um meio simples e seguro de entrar no mercado de criptomoedas que, ao contrário de outros softwares especializados, não exige o desligamento de softwares responsáveis por proteger a máquina contra malwares e outras ameaças.

Minerador da Norton cobra participação dos usuários

Para usar o minerador presente no aplicativo é necessário possuir um hardware compatível que cumpre os requisitos mínimos da empresa. Caso o usuário não tenha uma máquina poderosa o suficiente, sequer é possível ligar o recurso — o processo de configuração é simples, e a Norton oferece uma carteira digital própria (a Norton Wallet) para facilitar ainda mais o processo.

- Continua após a publicidade -

Em compensação, a praticidade vem associada à cobrança de uma taxa de 15% sobre todas as criptomoedas obtidas pelos usuários. O valor tem sido considerado abusivo, visto que a maioria das plataformas que atua com sistemas semelhantes tende a cobrar somente 1 ou 2% dos usuários — que, na prática, também precisam arcar com custos de hardware, energia e com as taxas de transação do Ethereum, que passam por um período de alta.

Com isso, é provável que muitos usuários atraídos pela promessa de “dinheiro gratuito” do Norton 360 acabem tendo prejuízos ao mesmo tempo em que a companhia mantém seus lucros. Enquanto as críticas dos usuários se acumulam, parece que no momento a empresa não está disposta a mudar seus planos — que podem inspirar outras desenvolvedoras de softwares com reputações reconhecidas a seguir o mesmo caminho.
 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: PC Gamer
Tags
  • Redator: Felipe Gugelmin

    Felipe Gugelmin

    Jornalista com 10 anos de experiência nas áreas de tecnologia e games, gosta de estar por dentro das últimas tendências e novidades. Dedica boa parte do tempo livre a jogar (representante da PC Master Race), mas também arranja um tempo para a vida social, leituras e dar passeiros com seu cachorro.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.