Créditos: Ambcrypto

Ethereum 2.0 está chegando para salvar gamers no mercado de GPUs? [+vídeo]

Mudança de formato de mineração pode ser um alívio para o mercado de GPUs

Com a anunciada mudança no formato de mineração do Ethereum, que foi atrasada diversas vezes, que fará com que o método de mineração seja o proof-of-stake (PoS) ao invés do proof-of-work (PoW). Esse “evento” está sendo chamado de Merge (Fusão em tradução livre) fará com que a mineração de Ethereum com GPUs não seja lucrativa. A equipe por trás da criptomoeda está dando passos importantes para tornar essa mudança uma realidade com a abertura formal de uma nova rede de testes projetada para resolver os problemas da abordagem sem mineração que está por vir. Isso significa que os jogadores eventualmente não terão que competir com os mineiros da Ethereum por placas de vídeo. 

Esta notícia chega no final de um ano muito bom para os mineradores de Ethereum: os dados da Coinbase mostram que o preço da criptomoeda subiu de cerca de US$ 731 (R$4112,39 em conversão direta) em 1º de janeiro para aproximadamente US$ 3.940 (R$22165,26  em conversão direta) no momento em que este artigo está sendo escrito. Além disso, o aumento de tokens não fungíveis (NFTs) empurrou a taxa de mineração do Ethereum para números recordes. E a mudança para um modelo de proof-of-stake, que não depende de mineradores para preservar a integridade do blockchain, foi adiada do final de 2021 para algum momento no primeiro semestre de 2022.

Essa mudança será inevitável conforme a Fundação Ethereum lembrou os mineiros na última segunda-feira, apresentando a rede de testes Kintsugi para que os desenvolvedores pudessem "se familiarizar com o Ethereum em um contexto pós-fusão." A oportunidade para os mineiros maximizarem seus lucros antes do Merge ou identificarem qualquer criptomoeda para a qual eles irão migrar seu poder de computação foi deixada em aberto. Em um anúncio realizado a fundação disse:

A rede de teste Kintsugi oferece à comunidade uma oportunidade de experimentar o Ethereum pós-fusão e começar a identificar quaisquer problemas. Depois que o feedback for incorporado ao software cliente [sic] e às especificações, uma série final da rede de testes será lançada. Paralelamente, os esforços de teste continuarão aumentando. Depois disso, as redes de testes existentes de longa duração serão executadas no The Merge. Uma vez que eles tenham sido atualizados e estejam estáveis, o próximo passo é a transição da  rede principal do Ethereum para o modelo proof-of-stake.

- Continua após a publicidade -

Em fase de testes

A rede Kintsugi tem uma página dedicada para testadores; mais informações sobre como usar esta  rede de testes pública podem ser encontradas na documentação . O desenvolvedor do Ethereum, Tim Beiko, ofereceu uma análise detalhada de como o próprio Ethereum irá operar após o The Merge em uma postagem no blog de outubro

"Em um alto nível, no The Merge, os clientes passarão de seguir PoW para seguir PoS para determinar o último bloco válido da Ethereum", disse Beiko. "Além disso, grande parte da funcionalidade dos clientes e, mais importante, o EVM, seu estado e como executa as transações permanecerão os mesmos. [...] Após a fusão, os clientes atuais Eth1 e Eth2 respectivamente tornam-se as camadas de execução e consenso (ou motores) do Ethereum. Isso significa que os operadores de nó de Eth1 ou dos clientes Beacon Chain precisarão executar a 'outra metade' da pilha para ter um nó de validação completo. "

A Fundação Ethereum compartilhou no repositório do Github chamado "The Merge Mainnet Readiness Checklist" que "[há] várias tarefas para serem feitas e tornar o Merge pronto para o lançamento na rede principal" . Claro, ainda há muito trabalho a fazer, então os mineiros não precisam entrar em pânico ainda. Mas parece que o dia em que os gamers não terão mais que competir com os mineiros Ethereum por placas de vídeo está um pouco mais perto.

Ethereum deve operar em Proof of Stake em breve, reduzindo o consumo de energia

Ethereum deve operar em Proof of Stake em breve, reduzindo o consumo de energia
A implementação do novo método de validação para Ethereum deve reduzir em 99.95% o consumo de energia

- Continua após a publicidade -

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Tom’s Hardware
Assuntos
Tags
  • Redator: Mateus Lecchi

    Mateus Lecchi

    Um jogador de carteirinha, consumidor de séries, conteúdo sobre hardware, consoles, smartphones e mais! Engenheiro Civil que se tornou desenvolvedor PHP. Do interior do Espírito Santo, sempre jogando, desenvolvendo. ;)

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.