Créditos: Prensa

IBM revela revolucionário processador Quantum 127-Qubit

Com essa marca, não há computadores no mundo que simulem de forma confiável 127 qubits

A IBM anunciou hoje seu novo processador de 127 bits quânticos (qubit), de nome 'Eagle', no IBM Quantum Summit 2021, seu evento anual para mostrar avanços na computação quântica. O processador 'Eagle' é uma inovação no uso do enorme potencial de computação de dispositivos baseados na física quântica. Ele anuncia o ponto no desenvolvimento de hardware em que os circuitos quânticos não podem ser simulados de maneira confiável em um computador clássico. A IBM também revelou planos para o IBM Quantum System Two, a próxima geração de sistemas quânticos.

A computação quântica explora a natureza quântica fundamental da matéria em níveis subatômicos para oferecer a possibilidade de um poder de computação muito maior. A unidade computacional fundamental da computação quântica é o circuito quântico, um arranjo de qubits em portas quânticas e medições. Quanto mais qubits um processador quântico possui, mais complexos e valiosos são os circuitos quânticos que ele pode executar.

A IBM lançou recentemente roteiros detalhados para computação quântica, incluindo um caminho para escalar hardware quântico para permitir que circuitos quânticos complexos alcancem o “Quantum Advantage”, o ponto em que sistemas quânticos podem superar significativamente computadores clássicos. Eagle é a etapa mais recente nesse caminho de escalonamento.

A IBM mede o progresso em hardware de computação quântica por meio de três atributos de desempenho: Escala, Qualidade e Velocidade. A escala é medida no número de qubits em um processador quântico e determina o quão grande um circuito quântico pode ser executado. A qualidade é medida pelo Quantum Volume e descreve a precisão com que os circuitos quânticos funcionam em um dispositivo quântico real. A velocidade é medida por CLOPS (Circuit Layer Operations Per Second, operações da camada de circuito por segundo em tradução livre), uma métrica apresentada pela IBM em novembro de 2021, e mostra a viabilidade de executar cálculos reais compostos por um grande número de circuitos quânticos.

- Continua após a publicidade -

Processador Eagle de 127 qubit

O 'Eagle' é o primeiro processador quântico da IBM desenvolvido e implantado para conter mais de 100 qubits operacionais e conectados. Sucessor do processador 'Hummingbird' de 65 qubit da IBM lançado em 2020 e o processador 'Falcon' de 27 qubit lançado em 2019. Para alcançar este avanço, os pesquisadores da IBM desenvolveram inovações em seus processadores quânticos existentes, como um design de arranjo de qubit para reduzir erros e uma arquitetura para reduzir o número de componentes necessários. As novas técnicas avançadas do Eagle colocam a fiação de controle em vários níveis físicos dentro do processador, enquanto mantêm os qubits em uma única camada, o que permite um aumento significativo nos qubits.

O aumento da contagem de qubit permitirá que os usuários explorem problemas em um novo nível de complexidade ao realizar experimentos e executar aplicativos, como a otimização do aprendizado de máquina ou a modelagem de novas moléculas e materiais para uso em áreas que vão desde a indústria de energia até o processo de descoberta de medicamentos. Este é o primeiro processador quântico da IBM cuja escala torna impossível para um computador clássico simular de forma confiável. Na verdade, o número de bits clássicos necessários para representar um estado no processador de 127 qubit excede o número total de átomos nas mais de 7,5 bilhões de pessoas vivas hoje. Em nota,  Dr. Darío Gil, vice-presidente sênior da IBM e diretor de pesquisa afirma:

A chegada do processador 'Eagle' é um grande passo em direção ao dia em que os computadores quânticos poderão superar os computadores clássicos em aplicações úteis. A computação quântica tem o poder de transformar quase todos os setores e nos ajudar a enfrentar os maiores problemas de nosso tempo. É por isso que a IBM continua a inovar rapidamente no design de hardware e software quântico, construindo maneiras para que cargas de trabalho quânticas e clássicas se capacitem mutuamente e criem um ecossistema global que é fundamental para o crescimento de uma indústria quântica.

- Continua após a publicidade -

O primeiro processador 'Eagle' está disponível como um dispositivo na nuvem IBM para membros selecionados da Rede IBM Quantum.

Adeus, transístor! Switches ópticos podem oferecer desempenho até mil vezes melhor

Adeus, transístor! Switches ópticos podem oferecer desempenho até mil vezes melhor
Aceleradores ópticos usam luz como meio de troca de informações ao invés da eletricidade

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Tech Power Up
Tags
ibm
  • Redator: Mateus Lecchi

    Mateus Lecchi

    Um jogador de carteirinha, consumidor de séries, conteúdo sobre hardware, consoles, smartphones e mais! Engenheiro Civil que se tornou desenvolvedor PHP. Do interior do Espírito Santo, sempre jogando, desenvolvendo. ;)

Qual a sua marca de headphones/headsets para jogos preferida? - Pesquisa de Periféricos 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.