Créditos: CD Projekt RED

The Game Awards 2021: Quem decide que jogos serão indicados?

Cyberpunk 2077 é fraco como RPG, mas deixou pra trás NEO: The World Ends With You e Bravely Default 2

A lista de indicados ao The Game Awards foi divulgada e de maneira geral bem recebida, mas ainda assim alguns títulos específicos levantaram alguns questionamentos sobre a forma como os indicados são escolhidos. Diversos fatores entram na equação para um jogo ser elegível ao TGA e mesmo assim, é uma escolha subjetiva por não levar em consideração, por exemplo, uma ordem de prioridade.

Listas como de Melhor Jogo Indie e Melhor RPG estão sendo amplamente criticadas nas redes sociais por deixarem de fora jogos como Unsighted, NEO: The World Ends With You, dando lugar respectivamente para Kena: Bridge Of Spirits e Cyberpunk 2077, jogos que até preenchem os requisitos mínimos para serem elegíveis, mas deixam bastante a desejar em comparação com a concorrência.

Créditos: Epic Games Store

Sempre que são divulgados os jogos nomeados ao TGA recomeça a discussão sobre todos os outros jogos que não foram indicados. Ainda que a escolha seja feita por veículos de imprensa do mundo todo, é comum ver injustiças sendo atribuídas à organização do evento, e indiretamente até é, não por favoritismo mas pela forma como a nomeação e votação são conduzidas.

- Continua após a publicidade -

Um ponto importante a se considerar é a formação da lista de nomeados. Mais de 100 veículos de imprensa, incluindo influenciadores e canais dedicados a jogos são convidados a criar suas com os nomes que deveriam ser indicados em cada categoria. As listas são enviadas à organização do The Game Awards até o prazo limite estipulado, mas a principal regra é que, para ser elegível, um dado jogo precisa estar disponível para o público até uma certa data, que no caso do TGA 2021 é 19 de novembro

Créditos: Electronic Arts

Contudo, mais importante que estar disponível para o público geral, os veículos que votam no TGA precisam ter jogado consideravelmente um dado título antes de enviarem suas listas de indicados, limitando bem mais as possibilidades. Tanto por isso, Star Wars: Jedi Fallen Order foi lançado em 2019, antes do prazo final para ser elegível, mas só concorreu no ano seguinte.

- Continua após a publicidade -

The Game Awards pode trazer grande anúncio para o PS5

The Game Awards pode trazer grande anúncio para o PS5
É o que sugere postagem do leaker Millie Amand, evento acontecerá em 9 de dezembro

A escolha dos indicados a partir daí é bem direta, cruzando todas as listas e os nomes que mais apareceram compõe a lista principal. Apesar de ser um processo bem simples, a chave da escolha está muito mais relacionada a volume do que a aspectos técnicos. Jogos com orçamentos maiores costumam ter proporcionalmente mais verba direcionada para marketing, e isso cria uma demanda indireta para coberturas mais ou menos amplas de um dado título

Apesar de Cyberpunk 2077 ser um jogo bem divertido, no quesito RPG ele acaba sendo bem mais fraco que NEO: The World Ends With You, mas por se tratar de um jogo que contou com uma campanha de marketing extremamente pesada, o hype em torno do jogo tornou natural que praticamente todos os veículos de imprensa que cobrem jogos tivessem interesse em criar conteúdo sobre o jogo, seja por seus méritos ou problemas, enquanto NEO atinge um público menor, apesar ser um jogo muito mais competente que Cyberpunk 2077 enquanto RPG.

Créditos: CD Projekt RED

Dessa forma, Cyberpunk 2077 entrar para a lista de melhor RPG é muito mais uma questão matemática do que de competência e essa mesma regra da exposição  maior vale para a votação dos vencedores. A votação para as categorias é composta por 90% de votos dos veículos de imprensa e 10% de votos populares, e assim como a formação da lista de indicados, o voto de cada veículo precisa ser um consenso dentro da equipe.

Isso acaba criando também injustiças como Far Cry 4, que apesar de ser um excelente jogo não é nem o melhor Far Cry, vencer como melhor jogo de tiro no ano em que competiam jogos extremamente inovadores como Titanfall e Destiny. Vale mencionar também que a série Souls da Fromsoftware nunca ganhou a categoria principal. Apenas em 2019, com Sekiro, a Fromsoftware e o estilo punitivo de jogabilidade projetado por Hidetaka Miyazaki teve seu devido reconhecimento, apesar de trazer uma abordagem menos intensa ao estilo soulslike.

De maneira geral, todas as premiações trazem apenas recortes específicos da indústria de jogos como um todo, e apesar de não haver uma influência financeira direta (espera-se) nas premiações, a parte de baixo da lista de indicados quase sempre acaba ficando com títulos que, mesmo cheios de problemas como Kena: Bridge of Spirits ou Cyberpunk 2077, acabam entrando simplesmente por terem muito mais visibilidade do que outros jogos mais competentes nessas categorias.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: The Game Awards
Tags
  • Redator: Daniel Trefilio

    Daniel Trefilio

    Formado em Letras pela Universidade Estadual de Campinas.Instalando impressora e formatando PCs desde os tempos que Alone In The Dark era um jogo bom e ocupava 4 disquetes. Nas horas vagas faço streams na Twitch jogando jogos que ninguém se importa e falando coisas que ninguém pediu pra ouvir twitch.tv/DanielTPC

Qual a sua marca de headphones/headsets para jogos preferida? - Pesquisa de Periféricos 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.