Apple admite exposição de trabalhadores chineses a produtos químicos

A Apple publicou um relatório em que admite que 137 trabalhadores da Wintek, fÁbrica chinesa que produz produtos para Apple e Nokia, foram expostos a produtos químicos venenosos enquanto produziam peças para o iPhone.

Os trabalhadores foram expostos a um químico chamado N-Hexane que é amplamente utilizado na manufatura de eletrônicos. Um dos trabalhadores que foi exposto devido a um mal funcionamento no sistema de ventilação sofreu paralisia de braços e pernas.

A Apple escreveu em um relatório anual de fornecedores que pediu a Wintek para parar de usar o produto e reparar o sistema de ventilação. A empresa também alega ter pago pelas despesas hospitalares que os funcionÁrios tiveram devido à exposição.

De acordo com o site Giz-China, porém, os funcionÁrios alegam não terem recebido nenhuma compensação e ainda terem sido questionados sobre quando abandonarão suas funções, jÁ que a Wintek agora os considera inaptos para o trabalho.

Assuntos
Tags
  • Redator: Alexandre Lunelli

    Alexandre Lunelli

    Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Alexandre é um entusiasta da fotografia, música, e demais áreas que não cansem muito. Fã da comunidade opensource, e sonha com um mundo mais bonito, igualitário e sem o trabalho, mal que corrompe a humanidade.

É melhor ter o xCloud capado no iOS ou ficar sem o serviço nos iPhones?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.