Créditos: Unsplash/Reprodução

50 mineradoras controlam 50% da mineração de Bitcoin no mundo

Estudo mostra que mineração é mais concentrada do que se imaginava
Por Luiz Schmidt 26/10/2021 16:00 | atualizado 26/10/2021 16:00 Comentários Reportar erro

Teoricamente, a mineração de moedas como o Bitcoin dificilmente poderia ser regulada por um pequeno grupo de pessoas. Entretanto, estudo publicado pelo National Bureau of Economic Research (NBER) aponta para uma alta concentração da mineração de Bitcoin na mão de algumas mineradoras.

De acordo com os dados encontrados, 0.1% dos mineradoras - o equivalente a 50 mineradoras - controlam 50% da capacidade de mineração do Bitcoin. O valor fica ainda mais absurdo quando o NBER aponta que 90% da mineração da moeda digital está nas mãos de 10% dos mineradoras.

O estudo intitulado Blockchain Analysis of the Bitcoin Market, publicado pelos pesquisadores Igor Makarov, da escola de economia de Londres e Antoiniette Schoar, pesquisadora associada do departamento de tecnologia de Massassuchets, pode ser acessado gratuitamente. Os resultados encontrados no Paper apontam que os 10.000 maiores investidores individuais do Bitcoin controlam um terço da criptomoeda em circulação.

Nossos resultados sugerem que apesar da enorme atenção que o Bitcoin recebeu nos últimos anos, o ecossistema é amplamente dominado por alguns players. Essa concentração torna o Bitcoin suscetível à um risco sistêmico que implica que a maior parte dos ganhos em adoções futuras ficará desproporcionalmente nas mãos de alguns poucos participantes

Até o final de 2020, 14 milhões de Bitcoin estavam em circulação. Destes, 8.5 milhões eram controlados por investidores individuais, enquanto 5.5 milhões por intermediários. Além disso, existe o risco do chamado "Ataque dos 51%", onde um grupo de mineradoras assume o controle do ecossistema. Tal grupo seria capaz de controlar todas as futuras transações de Bitcoin, levando o mercado para a direção que desejarem.

- Continua após a publicidade -

Enquanto a popularidade das criptomoedas aumenta e o polo de mineração muda da China para os Estados Unidos, graças as recentes sanções impostas pelo governo chinês à mineração. A mineração também parece se concentrar na mas mãos de algumas pessoas. Mesmo assim, iniciativas como a da MintGreen buscam fornecer aquecimento doméstico e industrial através do processo de mineração para a cidade de Vancouver, no Canadá, através do uso sustentável dos recursos.

Mesmo assim, o estudo da NBER sugere que os 51 maiores mineradores de Bitcoin, ao redor do mundo, seriam capazes de subverter o ecossistema para suas vontades. Com o aumento do valor da moeda digital, os ganhos consequentes também se concentram nas mãos de poucas pessoas e dificultam a entrada de novos investidores devido ao alto valor. De qualquer forma, não é possível afirmar que o alerta de uma possível crise no sistema irá. de fato, se concretizar.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Toms Hardware, Bloomberg
Tags
  • Redator: Luiz Schmidt

    Luiz Schmidt

    Estudante de jornalismo na UFSC. Amante de games, anime, manga e cultura japonesa. Gosta de escrever histórias de horror nas horas livres e sonha em publicar um livro.

Qual a sua marca de headphones/headsets para jogos preferida? - Pesquisa de Periféricos 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.