Hackeada e vandalizada, HBGary deixa a RSA

A empresa de segurança da California HBGary, que é o centro de um controverso plano para desacreditar o Wikileaks e seus apoiadores, abandonou abruptamente a conferência de segurança RSA, em San Francisco, alegando preocupações de segurança. A subsidiÁria da companhia, HBGary Federal, também cancelou uma palestra que daria sobre o grupo ativista online Anonymous.

Foi o anúncio desta palestra que desencadeou a série de ataques que a empresa vem sofrendo nos últimos dias. O site, a conta do Twitter e os e-mails corporativos da empresa foram hackeados e detalhes de uma proposta da empresa para desacreditar o Wikileaks foi postada na internet. Os ataques foram feitos por membros do grupo Anonymous em resposta a uma fala do CEO da empresa, Aaron Barr.

Barr dissera ter descoberto a identidade de muitos dos líderes do Anonymous e que planejava discutir a descoberta durante sua fala na RSA.

"Eu estava recebendo ameaças," disse Barr em uma entrevista ontem. "Havia muitas mensagens nos canais do IRC do Anonymous dizendo que iriam perturbar nosso estande e atrapalhar nossos palestrantes."

- Continua após a publicidade -

A empresa decidiu remover definitivamente seu estande da RSA depois de ele ser vandalizado no domingo, disse Jim Butterworth, vice-presidente de serviços da HBGary.

O serviço de notícias IDG News conseguiu uma foto do estande vandalizado da HBGary, mostrada acima, onde havia uma placa com os dizeres "Anon... in it 4 the lulz", algo como "Anon, nisto pelas risadas."

Desde que os ataques à HBGary começaram, os Anonymous publicaram mais de 67.000 e-mails corporativos da companhia. Dentre os e-mails, o material mais polêmico é uma proposta de auxílio à empresa que presta serviços jurídicos ao Bank of America, Hunton & Williams, para desacreditar o Wikileaks com o vazamento de documentos bancÁrios secretos. Na proposta, Barr sugere que a HBGary Federal poderia trabalhar com outras duas empresas de segurança - Palantir e Berico - para lançar ciberataques, enviar documentos falsos para o Wikileaks e investigar seus apoiadores.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: Alexandre Lunelli

    Alexandre Lunelli

    Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Alexandre é um entusiasta da fotografia, música, e demais áreas que não cansem muito. Fã da comunidade opensource, e sonha com um mundo mais bonito, igualitário e sem o trabalho, mal que corrompe a humanidade.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.