Créditos: MintGreen.co

Calor gerado por mineração de Bitcoin vai aquecer uma cidade no Canadá

Aquecedores Digitais convertem 96% da energia utilizada na mineração em calor para abastecer a comunidade

A MintGreen, mineradora canadense de criptomoedas com foco em tecnologias limpas, está trabalhando em parceria com Companhia de Energia Elétrica de Lonsdale, para fornecer aquecimento doméstico e industrial através do processo de mineração de Bitcoins para a cidade de Vancouver do Norte.

A proposta da MintGreen é utilizar seus aquecedores digitais proprietários para recapturar até 96% da energia elétrica utilizada no processo de mineração de criptomoedas, convertendo em aquecimento residencial e para fins industriais na cidade que fica no distrito de Columbia Britânica. O sistema de geração de calor recapturando energia elétrica das fazendas de Bitcoin deve entrar em operação oficialmente em 2022 e tem potencial para evitar a produção de 20 mil toneladas de gases estufa por megawatt.

Todo processo que envolve sistemas elétricos transforma um tipo de energia em outros processos ou produtos, e a energia excedente é transformada em outros tipos de energia como dejetos dependendo dos processos envolvidos. No caso de sistemas eletrônicos, o principal dejeto é o calor quee na grande maioria dos casos é simplesmente liberado no ambiente. A recaptura de energia elétrica, principal proposta das tecnologias limpas, consiste em aproveitar os dejetos naturais desses processos eletrônicos, especialmente o calor, garantindo que eles sejam direcionados para outras operações, sem a necessidade instalação de máquinas térmicas dedicadas.

- Continua após a publicidade -

Colin Sullivan, CEO da MintGreen, explicou em entrevista a CoinDesk que a empresa utiliza um sistema de imersão em água que captura o calor gerado durante as operações de mineração e essa água será distribuida para serviços de fornecimento de água quente de região. Em larga escala, cada um desses sistemas pretende ser capaz de atender até 100 residências e prédios comerciais. A venda desse calor gerado deve ser negociada em um contrato de longo prazo.

Diversas operações de mineração de criptomoedas já vem criando soluções limpas para recapturar o enorme volume de energia elétrica utilizada nesses processos. Na Suécia existe um projeto piloto com parceria da Genesis Mining com órgãos governamentais e privados para desenvolver containers que utilizam o ar quente gerado em fazendas de mineração para aquecer estufas de produção agrícola. As previsões para o projeto piloto são de que um único container de um datacenter de 600 quilowatts tenha potencial para elevar as temperaturas de estufas em até 20 graus, possibilitando triplicar o tamanho de estufas em climas sub-árticos, algo essencial em regiões do norte extremo.

A CoinShare, que gerencia assets digitais, participou em março de rodadas iniciais de investimento da MintGreen, uma vez que reconheceu o potencial do sistema de imersão da empresa que é capaz de fornecer sistema de água quente em escala industrial. Ainda de acordo com Sulivan, a MintGreen planeja ter seu sistema de fornecimento de água aquecida instalado e operacional até o início inverno no hemisfério norte, no que será a primeira operação em larga da empresa.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: Coindesk Fonte: Braiins.com
Tags
  • Redator: Daniel Trefilio

    Daniel Trefilio

    Formado em Letras pela Universidade Estadual de Campinas.Instalando impressora e formatando PCs desde os tempos que Alone In The Dark era um jogo bom e ocupava 4 disquetes. Nas horas vagas faço streams na Twitch jogando jogos que ninguém se importa e falando coisas que ninguém pediu pra ouvir twitch.tv/DanielTPC

Qual a sua marca de headphones/headsets para jogos preferida? - Pesquisa de Periféricos 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.