Créditos: Howtogeek

Mineradores burlam LHR da NVIDIA minerando duas criptomoedas ao mesmo tempo

Algoritmo ainda limita em 70% a hashrate, mas novo software direciona os 30% restantes para outra criptomoeda

Nova versão do T-Rex, software de mineração de criptomoedas, ainda não consegue burlar totalmente o algorítimo LHR, "Little Hash Rate", das placas GeForce RTX 30, ainda limitando desempenho em 70%, mas consegue direcionar os 30% restantes para mineração de alguma outra moeda, efetivamente utilizando 100% das capacidades da GPU.

Ao que tudo indica, a mineração de criptomoedas ainda vai assombrar as desenvolvedores da placas de vídeo por um bom tempo, já que a cada nova medida de restrição implementada, os mineradores surgem com saídas cada vez mais criativas. Um dos principais programas de mineração NBMiner já conseguiu atingir a margem de 70% de desempenho em placas RTX 30 LHR, com a intenção alcançar 100%.

Enquanto isso, o T-Red, outro software de mineração optou por criar uma medida paliativa para garantir que GPUs não fiquem com 30% de suas capacidades ociosas até que seja possível um bypass efetivo no LHR.

Num mercado em que tempo é literalmente dinheiro, o T-Rex atinge 100% do potencial das placas Nvidia GeForce RTX 30 que trazem o algoritmo Little Hash Rate ao minerar duas criptomoedas simultaneamente, uma a 70% da capacidade da placa, e outra secundária utilizando os outros 30. Em termos de mercado, a saída talvez seja até mais interessante que designar 100% do desempenho para um única moeda, já que as flutuações de valor de cada criptomoeda podem ser bem diferentes.

- Continua após a publicidade -

A boa notícia para o público alvo dessas placas de vídeo é que a medida do software T-Rex não funciona com qualquer placa de vídeo, já que diferentes criptomoedas exigem volumes diferentes de VRAM.

Créditos: ASUS

Dessa forma, parear Ethereum com Ergo utilizariam mais de 8GB de VRAM, enquanto Ethereum com Ravencoin precisariam de mais de 10GB. Com isso placas vídeo intermediárias como a Nvidia GeForce RTX 3060 Ti e Nvidia GeForce RTX 3070, que contam com 8GB de memória GDDR6 continuam fora da equação, sendo menos atrativas para mineradores que pretendem utilizar a nova alternativa.

- Continua após a publicidade -

Caso as GPUs projetadas especificamente para mineração de criptomoedas não ofereçam um desempenho que justifique sua utilização, é possível que a única saída para o mercado doméstico seja torcer para que mineradores não consigam burlar totalmente LHR ou outras eventuais medidas, quem sabe assim aumentando a disponibilidade de placas de vídeo com até 8GB de VRAM, que apesar de não ser o melhor que as fabricantes podem oferecer, já é mais que suficiente para a maioria dos jogos.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Tom's HARDWARE
Tags
  • Redator: Daniel Trefilio

    Daniel Trefilio

    Formado em Letras pela Universidade Estadual de Campinas, professor, tradutor e revisor. Nas horas vagas, instalando impressora e formatando PCs desde os tempos que Alone In The Dark era um jogo bom e ocupava 4 disketes. twitch.tv/DanielTPC

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.