Créditos: Carbon Brief

Pode piorar? Fabricação de eletrônicos na China enfrenta problema de falta de energia

Fábricas de cinco províncias chinesas já suspenderam a produção
Por Mateus Lecchi 27/09/2021 16:48 | atualizado 27/09/2021 17:21 Comentários Reportar erro

Noticiamos na semana passada que a escassez de semicondutores poderia perdurar no mundo devido a falta de mão de obra qualificada. Agora, outro fator que pode piorar é a situação de produção de energia na China. O grande país oriental está passando por grandes quedas no fornecimento de energia, devido a produção reduzida para equilibrar a balança de “produção x poluição”, enquanto, ao mesmo tempo, trabalha para que a população não seja mais prejudicada com essas quedas.

Fábricas de pelo menos cinco províncias suspenderam a produção para amenizar os problemas relacionados à redução de energia disponível, o que pode levar a atrasos na produção e, consequentemente, atrasos na entrega das mercadorias pelo mundo. Nem todas fábricas estão sob suspensão, e logicamente, a paralisação é temporária, mas pode-se esperar que esse tipo de medida seja repetida nos próximos meses. 

Um relatório da Associated Press (AP), implica que vários fornecedores da Apple foram afetados com tais medidas e, inclusive, pessoas sofreram envenenamento por gás em uma fábrica metalúrgica devido a uma queda de energia, que fez com que o sistema de ventilação parasse de funcionar. intoxicando os funcionários. Somam-se esses fatores ao fato de que o inverno está chegando ao norte da China, podendo tornar as coisas piores, no que diz respeito à produção e entrega de mercadorias.

Céu azul artificial

Está marcada para outubro deste ano, em Pequim, a Conferência das Nações Unidas para debater assuntos climáticos e, em fevereiro de 2022, as Olimpíadas de Inverno. 

- Continua após a publicidade -

O presidente chinês Xi Jinping deseja apresentar ao mundo os céus da capital chinesa e seus arredores bem limpos, sem marcas de poluição.

Junto com o controle artificial da produção de energia para atender demandas do clima, também estão afetando a produção em algumas províncias, o aumento do preço do carvão e de outros combustíveis fósseis usados nas plantas de geração. Através de uma legislação do país asiático, as empresas fornecedoras têm limites de preços a cobrar da tarifa de energia, e não podem aumentar o valor arbitrariamente. Isto está causando uma redução da produção energética para que as empresas, que estão suspendendo a produção e retomarão apenas no início do próximo mês, não arquem os prejuízos do aumento do custo de produção. 

Vale lembrar que a primeira semana de outubro é feriado nacional na China, e as fábricas ficam paralisadas.

Empresas de PCB  (placas de circuitos) taiwanesas que atuam na China, alegam que esta falta de energia ainda não as afetam, e elas operam ainda com estoque de matéria prima.

A crise dos semicondutores ganha mais um capítulo.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Tags
  • Redator: Mateus Lecchi

    Mateus Lecchi

    Um jogador de carteirinha, consumidor de séries, conteúdo sobre hardware, consoles, smartphones e mais! Engenheiro Civil que se tornou desenvolvedor PHP. Do interior do Espírito Santo, sempre jogando, desenvolvendo. ;)

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.