Créditos: Reprodução/AMD

Lisa Su, CEO da AMD, é nomeada para Conselho de Ciência e Tecnologia do EUA

Su fará parte de conselho formado por 30 pessoas que auxiliará nas políticas de tecnologia do país

Jensen Huang (Nvidia) pode até ter entrado para a lista de 100 pessoas mais influentes da Time, mas quem terá uma cadeira no Conselho de Ciência e Tecnologia da Casa Branca é a sua rival Lisa Su, CEO da AMD. O Conselho, criado em 1933 por Franklin D. Roosvelt, tem como função auxiliar o presidente dos Estados Unidos com sugestões sobre quais caminhos tomar para atender metas do governo na área e utilizar a tecnologia para a resolução de desafios do país.

Lisa Su entrou na AMD em 2012, já assumindo como vice-presidente. Nesses quase 10 anos de casa, a engenheira teve um grande papel na evolução da empresa no ramo de processadores e diversificação de produtos. Su fez com que o lado vermelho seguisse também para a venda de equipamentos para consoles. A Sony e Microsoft utilizam, juntas, CPU e GPU da AMD desde o PS4 e Xbox One. O Xbox 360 foi o primeiro a usar os equipamentos da empresa.

Em 2017, com o lançamento dos CPUs Ryzen, a AMD começou a ganhar espaço da sua grande rival Intel. De 9,5% de participação no mercado de processador em 2017, a empresa passou para quase 11% no ano seguinte. Hoje, quatro anos depois da chegada da linha Ryzen, a AMD possui 22,5% de participação no mercado de CPUs x86. O crescimento aparece tanto no mercado para consumidores quanto empresas (como servidores).

Mas a Nvidia não ficou de fora do conselho. William Dally, vice-presidente de pesquisa da empresa, também foi um dos nomeados para o Conselho de Ciência e Tecnologia. Entre os 30 conselheiros há professores de universidades renomadas, como Harvard, MIT e Caltech. Na área da saúde, Lisa Cooper, uma das diretoras do Hospital Johns Hopkins também foi nomeada.

- Continua após a publicidade -

E o que faz o Conselho? De acordo com o site oficial, os integrantes auxiliarão em cinco pontos-chaves do governo de Joe Biden para o ramo de ciência e tecnologia: melhorias do sistema de saúde através da experiência adquirida na pandemia; uso da tecnologia para trazer soluções para as mudanças climáticas, crescimento econômico em áreas carentes, melhorias de saúde e aumento de ofertas de emprego; garantir o papel do EUA como líder em tecnologia e indústria para a prosperidade econômica e segurança nacional, principalmente em competição com a China (sim, está explícito no site), garantir que os avanços tecnológicos serão aproveitados por todos os americanos e garantir a qualidade da ciência e tecnologia no país.

Os cargos não são remunerados e os conselheiros só terão reembolso de passagem e hospedagem para as reuniões.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: WCCF Tech Fonte: Governo Americano
  • Redator: Felipe Freitas

    Felipe Freitas

    Felipe Freitas é formado em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Mas, segundo quase todo mundo, tem cara de quem fez Sistemas. Começou nos jogos com o SNES do seu tio, nunca passou da parte da montanha em Legend of Legaia, adora jogos com histórias bem feitas e de esportes (já que é ruim praticando).

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.