Créditos: Call of Duty: Vanguard

Call of Duty: Vanguard está mantendo lista de banimentos de Warzone

Jogadores pegos trapaceando em Warzone não conseguem nem jogar o Beta de Vanguard

Jogadores que foram pegos nas últimas ondas de hardban que a Activision aplicou em Call of Duty: Warzone também estão banidos de acessar os servidores de Call of Duty: Vanguard de acordo com reports de jogadores confirmados em canais de trapaça no Discord.

Vanguard está em beta teste desde 10 de setembro no PlayStation com lançamento previsto para 05 de novembro, e conforme o calendário de testes foi avançando para outras plataformas, diversos jogadores de PC que tentaram criar contas para jogar o beta com crossplay que começou ontem (16) relataram impossibilidade de acessar os servidores.

O fato foi confirmado com screenshots em alguns canais do Discord dedicados a compartilhar mecanismos de trapaças, e corrobora com as afirmações da Activision de fazer hardbans, banindo não apenas a conta de usuário, que pode ser facilmente trocada, mas banindo o ID de hardware dos PCs que foram pegos trapaceando em Call of Duty: Warzone.

A empresa vem atualizando consistentemente sua lista de banimento de hardwares desde fevereiro e garantiu que os próximos jogos da franquia Call of Duty, inclusive Vanguard, irão acompanhar um sistema anti-cheat mais robusto, o que provavelmente não vai impedir totalmente que jogadores mal intencionados trapaceiem, mas com certeza deve coibir a grande maioria de curiosos e preguiçosos que só utiliza cheats porque eles ainda são extremamente acessíveis em CoD.

- Continua após a publicidade -

Mesmo o banimento via ID de hardware não é absolutamente eficaz, uma vez que uma atualização de alguns componentes principais como placas-mãe ou CPUs já é o suficiente para o sistema gerar uma nova ID, apesar de ser pouco prático. Além disso, a nova prática mais agressiva de bans acabou por ampliar o mercado de softwares que mascaram a ID de hardware dos PC.

Créditos: Eurogamer

Apesar dos diversos posts e respostas em fóruns corroborarem para este ban por hardware nos servidores de Warzone ser efetivo nos servidores de Vanguard, a Activision ainda não se manifestou oficialmente até o momento da publicação desta nota

- Continua após a publicidade -

Entretanto, fica um questionamento importante, já que que alguns jogadores banidos anteriormente fizeram a pré-compra de Vanguard e estão cobrando que a Activision tivesse deixado claro que esses bans se estenderiam para todos os jogos CoD de agora em diante, e não apenas a versão em que o jogador foi pego trapaceando. 

Vale ressaltar que em termos legais, a partir do momento que o jogador viola de qualquer forma o Termo de Aceite do Usuário (EULA), utilizando softwares de trapaça, por exemplo, ele está imediatamente descoberto de quaisquer benefícios do acordo com a desenvolvedora, o que possivelmente inclui reembolsos.

Dessa forma, dependendo da redação do EULA de Call of Duty: Warzone e da interpretação desses termos em caso de disputas abertas pedindo reembolso, é possível que Activision não se veja obrigada devolver o dinheiro dos jogadores que fizeram a pré-compra e se depararam com seus PCs banidos de um jogo que ainda nem foi lançado.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Eurogamer
  • Redator: Daniel Trefilio

    Daniel Trefilio

    Formado em Letras pela Universidade Estadual de Campinas, professor, tradutor e revisor. Nas horas vagas, instalando impressora e formatando PCs desde os tempos que Alone In The Dark era um jogo bom e ocupava 4 disketes. twitch.tv/DanielTPC

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.