Anonymous atacam empresa de segurança dos EUA

Os ativistas on-line do Anonymous atacaram a HBGary, empresa norteamericana de segurança que alegava saber a identidade de seus líderes. Durante o final de semana, Aaron Barr, chefe da HBGary, disse ter descoberto nomes dos mais importantes membros do Anonymous. O grupo retaliou atacando o site da empresa e invadindo sua conta no Twitter.

Apesar dos membros do Anonymous dizerem não ter uma hierarquia, Barr disse ao jornal Financial Times que havia infiltrado na organização e descoberto o nome e o endereço de vÁrios membros importantes. Ele disse ainda que não pretendia fornecer essas informações às autoridades, a menos que fosse forçado a isto, mas planejava apresentar suas descobertas em uma conferência em San Francisco no final do mês.

Os ataques começaram logo que as declarações vieram a público e o atingiram tanto profissionalmente quanto pessoalmente. A conta do Twitter de Barr foi inundada com uma sequência de insultos raciais e sexuais, assim como detalhes pessoais como seu número de celular e de seguro social.

Ao mesmo tempo, uma mensagem no site da HBGary dizia que o Anonymous havia feito os ataques para se proteger. "Deixe-nos lhe ensinar uma lição que você jamais esquecerÁ: não mexa com o Anonymous", dizia um trecho da mensagem.

O grupo alega ter tomado controle do e-mail da companhia, apagado todos os arquivos, derrubado seus sistemas de telefone e publicado online cópias de muitos documentos internos.

- Continua após a publicidade -

Nos últimos meses, o grupo Anonymous tomou grande notoriedade após atacar os sites do PayPal, Visa e Mastercard, após estas empresas deixarem de receber doações em nome do Wikileaks.

O Anonymous, que começou suas atividades no fórum online 4Chan, estÁ ligado a um grande número de protestos nos últimos anos, inclusive recentes ataques a sites dos governos do Egito e da Tunísia.

Assuntos
Tags
  • Redator: Alexandre Lunelli

    Alexandre Lunelli

    Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Alexandre é um entusiasta da fotografia, música, e demais áreas que não cansem muito. Fã da comunidade opensource, e sonha com um mundo mais bonito, igualitário e sem o trabalho, mal que corrompe a humanidade.

Qual os planos para hardware esse ano?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.