Créditos: Kotaku

Criador da série Yakuza está deixando a SEGA para trabalhar na chinesa NetEase

Informações internas sugerem que ele terá sua própria equipe e criará novos jogos

O criador e responsável pelo sucesso da franquia Yakuza, Toshihiro Nagoshi, parece estar finalizando negociações com a chinesa NetEase e deixar a Sega após 32 anos na empresa japonesa. De acordo com a Bloomberg, ele deve ter sua própria equipe e criar novos jogos.

Segundo as fontes do site, Nagoshi ainda tem pendências para finalizar na Sega para, então, se juntar a empresa chinesa. A NetEase e a Tencent, gigantes rivais chinesas, têm brigado para ver quem consegue mais talentos da indústria de games do Japão para fazerem parte de seus times. 

Toshihiro Nagoshi trabalhou na divisão Sega AM2, fundado por Yu Suzuki, criador da série Shenmue. Apesar das duas franquias não terem nada a ver uma com a outra, é notável que a Yakuza é um sucessor espiritual de Shenmue e carrega muito de seus elementos, e a passagem de Nagoshi pela AM2 e criação de Yakuza não são meras coincidências.

A franquia estreou em 2005 como Ryu Ga Gotoku no Japão (também é o nome do estúdio) e chegou em 2006 por aqui no ocidente com o nome Yakuza. De lá pra cá foram vários títulos principais contando a história de Kazuma Kiryu, passando por seus dramas particulares e suas lutas, contra e a favor, dentro da Yakuza.

- Continua após a publicidade -

São oito jogos principais, sendo Yakuza Like a Dragon o último título lançado. Os dois primeiros títulos, que saíram para PlayStation 2, ganharam remakes chamados Yakuza Kiwami (1 e 2) e chegaram para a geração passada de consoles e PC. 

Além disso, a franquia tem alguns spin offs e o mais recente é Judgment, que se passa no mesmo universo, mas ao invés de estar na pele de um Yakuza, você assume o papel de um detetive particular. O título vai ganhar uma continuação, Lost Judgment, no dia 24 de setembro.

Segundo o Kotaku, Toshihiro Nagoshi fez um comentário preconceituoso direcionado aos jogadores de Puyo Puyo no ano passado, o que lhe rendeu a perda do cargo de diretor na Sega. Mesmo assim, a saída do criador de Yakuza deixa o futuro da franquia incerto, mesmo que seja uma IP da Sega. Temos muitos exemplos nessa indústria que mostram que a saída do criador não acabam bem. 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: Kotaku, Gamerant
Tags
  • Redator: Raphael Giannotti

    Raphael Giannotti

    Entusiasta de JRPG, viveu a era de ouro do gênero nos anos 90. Fã incondicional de Zelda e Final Fantasy, hoje garimpa as bibliotecas de PC em busca de jogos épicos como esses. Enquanto não acha, zera tudo (ou quase) o que vê pela frente. Hobby atual: jogar o máximo de souls-like e metroidvania. Jornalista formado pela UFMA, gamer desde 1991.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.