Créditos: Divulgação: Xbox Studios

Age of Empires IV: como foi o beta e como está o game, em entrevista com os desenvolvedores

Conversamos com Adam Isgreen e o Quinn Duffy sobre como foram as partidas no beta fechado

Depois de novidades na Gamescon e também o fim do beta fechado do game, que durou do dia 5 a 28 de agosto, voltamos a bater um papo com a galera da Relic Entertainment e da World's Edge para ver o quanto o game evolui desde a nossa última conversa. Nosso papo foi com Adam Isgreen, diretor criativo de Age of Empire IV, e o Quinn Duffy, diretor da franquia.

Falando do beta, a resposta segundo Isgreen foi bastante positiva, não apenas no sentido de elogios ao game: "ficamos surpresos com o quanto foi detalhado e eloquente o feedback. Alguns são positivos, outros negativos, mas o que realmente amamos foi o quanto ele foi aprofundado". Isso foi combinado com uma grande quantidade de dados que foram capturados, que também serviram para lidar com o balanceamento.

Em todo jogo com um aspecto competitivo, o balanceamento é crucial, e Age of Empires IV vai trazer um novo grau de desafio nesse balanceamento devido a assimetria entre as civilizações, que será maior do que em outros títulos da franquia. E com o beta os desenvolvedores conseguem ter dados aprofundados, inclusive identificando quais jogadores vencem mais, com quais civilizações e unidades. "Foi curioso ver o efeito de divulgarmos alguns desses dados, pois começou a acontecer um meta-gaming, com as pessoas respondendo aos dados publicados. Muitas pessoas pularam para as civilizações e as unidades com necessidade de balanceamento, e tiraram vantagem disso". 

Durante o beta também houve uma evolução no estilo de gameplay. Inicialmente, algumas civilizações tinham resultados melhores, mas com o tempo alguns jogadores começaram a compreender os counters - estratégias mais efetivas para anular um estilo de jogo - e o balanço mudou na medida que os jogadores ganhavam experiência. "Em alguns casos tivemos jogadores que conseguiram jogar mais de 600 partidas".

- Continua após a publicidade -

Perguntados sobre a velocidade do game, a estimativa varia de acordo com o estilo de jogador. "Você pode ir mais agressivo, e jogadores mais competitivos podem resolver o combate em 15 a 20 minutos. Jogadores mais casuais ficam na faixa dos 45 minutos, preferindo mapas maiores", explica Duffy. "Tentamos dar opções aos jogadores em todas as Eras, desde a primeira até a última". 

Mas o competitivo é apenas uma das partes do game, e os desenvolvedores estão cientes dos jogadores mais casuais que não estão procurando os combates com outros jogadores. Para isso jogo irá contar com mais de 35 missões, com mais de 40 horas de conteúdo e mais o modo Skirmish. As campanhas trarão grande quantidade de informação, com contexto histórico e recriação de alguns dos conflitos com efeito de realidade aumentada. Dá para ter uma ideia no trabalho que está saindo no vídeo abaixo, detalhando o trabuco, uma das unidades mais marcantes da série Age of Empires e que estará presente no IV:

Outra questão que já havia abordado na entrevista anterior, e que voltei a abordar nessa, foi um possível lançamento do game nos consoles.  "Nós ouvimos as pessoas dizendo que daria para colocar nos consoles, colocar um mouse um teclado e está pronto. Eu acho que Phil [Spencer] apareceria e me socaria, então melhor não", brinca Isgreen. "Para trazer aos consoles nós precisamos resolver como dá para tornar a experiência com Age of Empires possível no controle". E a isso, só posso desejar boa sorte aos desenvolvedores. Isso dito por alguém que já tentou jogar Age até em um Steam Controller:

- Continua após a publicidade -

Felizmente o jogo parece bem leve, então vai ter muita gente que será capaz de encarar o game:

Requisitos Mínimos

- Sistema Operacional: Windows 10 64-bit
- Processador: Intel Core i5-6300U
- Memória: 8 GB RAM
- Placa de vídeo: Intel HD 520
- DirectX: 12
- Armazenamento: 50 GB

Age of Empires IV chega exclusivamente ao PC no dia 28 de outubro, tanto para Steam quanto para a loja do Windows. O game também estará disponível no Game Pass. Quem fizer a pré-compra receba de brinde a expansão “Dawn of the Dukes” para Age of Empires II: Definitive Edition.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O que foi pior? O Athlon 3000G com RTX 3080 ou o Ryzen 9 5900X com GeForce GT 1030?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.