Créditos: Divulgação EA

Já estão vendendo hacks para serem usados nos testes técnicos de Battlefield 2042

Jogo ainda nem está disponível para testar e site já está garantindo a segurança para usar seu software
Por Willian Ferreira 23/08/2021 14:30 | atualizado 24/08/2021 10:21 Comentários Reportar erro

Os testes técnicos para o Battlefield 2042 estão chegando cada vez mais perto e muita gente está esperando para poder experimentar o novo game da EA, mas essa experiência pode acabar ficando prejudicada por hackers antes mesmo do lançamento oficial do jogo. Isso porque um site especializado na venda de softwares trapaceiros já está avisando que um hack para o game estará disponível em setembro, permitindo que jogadores usem ele para ficar entre os melhores jogadores do mundo ainda na fase de testes do jogo.

Claro que hacks em games não é nenhuma novidade, os principais jogos multiplayers atuais tem que enfrentar milhares de cheaters todos os dias, mas é de se impressionar com a velocidade que esse software chegará no novo jogo desenvolvido pela DICE. Quem atualmente está vendendo esse hack para o novo Battlefield é um dos principais sites de venda de cheats do mundo, que afirma que assim que o teste ficar disponível os jogadores poderão usufruir de diversas vantagens.

Dentre os recursos presentes no programa do site, destaca-se as configurações de AIMBOT, que pode funcionar de várias maneiras, seja ficando o tempo todo fixo em inimigos ou travando e atirando em rivais quando o jogador pressionar um botão. Além disso, durante o jogo o software também marcará inimigos na tela, destacando eles e dando a distância exata para ajudar quem estiver usando snipers, mostrando também a localização dos rivais no minimapa.


Créditos: Reprodução / CharlieIntel

Mas um dos principais pontos deste site em específico para atrair compradores para seu hack é a segurança. Eles afirmam que é seguro usar o software deles e que nenhuma ação acontecerá por isso. Segundo eles, nem os desenvolvedores dos jogos conseguem ter acesso aos “recursos avançados como escudos de segurança ou IPs de proxy” para conseguirem localizar e capturar os jogadores usando os hacks.

- Continua após a publicidade -

Para sempre manter o seu programa sempre funcional e indetectável, para isso eles atualizam o software junto com as atualizações do game, o que atrapalha bastante em localizar esses jogadores maliciosos. O que é mais preocupante é o tamanho da base de jogadores cadastrados no site, segundo eles, mais de 1,2 milhões de usuários já são registrados na plataforma e nunca um usuário com software deles foi banido ou descoberto em um jogo da franquia Battlefield.

Essa é uma péssima notícia para o Battlefield 2042, que ainda nem teve todos seus recursos e novidades divulgados mas já possui um hack que promete desbalancear bastante as partidas online. O que resta agora é ver o que a EA e DICE irão fazer para contornar esse problema.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: CharlieIntel, WCCFTech
Tags
  • Redator: Willian Ferreira

    Willian Ferreira

    Willian Ferreira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina em 2019 e começou a estudar Sistemas na Estácio. Desde criança é um aficionado por games, essa paixão acabou despertando o interesse na área de tecnologia. Joga de tudo um pouco, mas tem uma preferencia para jogos de ação, FPS e Fable.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.