Créditos: Reprodução/HubCG

Florianópolis terá hub tecnológico para desenvolvimento de jogos

Empresa Hub Costão Games tem meta de figurar no mercado mundial e nasce com 300mi de investimento

Apelidada de Ilha do Silício, Florianópolis é um dos polos de tecnologia do Brasil. Agora, Fernando Marcondes, empresário da cidade, e Carlos Alberto Schneider, professor da UFSC e fundador da Certi, querem utilizar essa estrutura de tech da Ilha de Santa Catarina para lançar um centro tecnológico focado em criação de jogos e formação de desenvolvedores. Além das startups, o maior laboratório de animação da América Latina, o TecMídia da UFSC, auxiliará no desenvolvimento de jogos.

Marcondes, proprietário do resort Costão do Santinho, e Carlos Alberto Schneider, do Centro de Referência de Tecnologias Inovadoras, anunciaram hoje, dia 4 de agosto, o Hub Costão Games, uma empresa focada em games: desde o desenvolvimento de jogos, criação e treinamento de times de esports com Gaming Office, cursos para devs focado em produção de games e aceleração de startups do ramo.

A empresa iniciará as suas atividades em janeiro de 2022. O investimento inicial do projeto é de R$ 300 milhões que cobrirá as despesas pré-operacionais, como a formação de um fundo de investimento e aquisição e participação em empresas. A HubCG espera atingir a receita de mais de 700 milhões de reais em 2026. O espaço inicial do Hub terá 4.000m².


Fonte:Divulgação/HubCG

O HubCG terá parcerias com o ecossistema de inovação e tecnologia da cidade, como o parque tecnológico Sapiens Parque, Fundação CertiUFSC e Associação Catarinense de Tecnologia (Acate) para o lançamento dessa estrutura. Apesar da grande mão-de-obra de programadores e empresas de tecnologia na capital catarinense, Florianópolis não possui muitas companhias no ramo de games. A mais famosa é a Hoplon, produtora do MOBA Heavy Metal Machines.

- Continua após a publicidade -

O projeto HubCG tem um grande objetivo: ser um “player” mundial no cenário de desenvolvedoras de games. Hoje as empresas americanas e canadenses dominam esse cenário, seguido do Japão e exceções europeias como a CD Projekt Red (The Witcher e Cyberpunk) e 4A Games (Metro). Além disso, a empresa quer também entrar no ramo de publishers. Essas metas justificam a criação de cursos de especialização em games na região da Grande Florianópolis.


Fonte:Divulgação/HubCG

Para ajudar neste desenvolvimento de tecnologia e formação de profissionais, o TecMídia, laboratório de animação e realidade virtual da UFSC, será parceiro do Hub Costão Games. “Nós compartilharemos tecnologia, o estúdio de captura de movimentos para o Hub e ajudaremos no desenvolvimento dos jogos em realidade virtual”, conta Milton Vieira, coordenador do laboratório e professor da UFSC. Inaugurado em 2016, o TecMídia é o maior estúdio de animação da América Latina e é ligado à pró-reitoria de pesquisa da Universidade. O espaço cumpre o papel de atender tanto a comunidade acadêmica quanto a comunidade externa. Para Nicolas Romeiro, mestrando da área de realidade virtual do laboratório, participar do projeto através da parceria é "algo incrível, uma oportunidade única".


Fonte: Divulgação/TecMídia

- Continua após a publicidade -

A evolução de Florianópolis como um polo de tecnologia caminha de mãos dadas com a história da universidade. As indústrias da região se movimentaram a partir da década de 80 para aproveitar os profissionais recém-formados, que acabavam migrando para as indústrias do sudeste por falta de oportunidades na região. Foram formados os primeiros centros tecnológicos nesse período, como a própria CERTI e a Acate, que acabaram por concentrar na cidade muita mão-de-obra da área de tecnologia.

Ponte Hercílio Luz, praias bonitas, surf e polo tecnológico. Cada vez mais a Califórnia se parece com Santa Catarina.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Tags
  • Redator: Felipe Freitas

    Felipe Freitas

    Felipe Freitas é formado em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Mas, segundo quase todo mundo, tem cara de quem fez Sistemas. Começou nos jogos com o SNES do seu tio, nunca passou da parte da montanha em Legend of Legaia, adora jogos com histórias bem feitas e de esportes (já que é ruim praticando).

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.