Dungeons and Dragons é um risco à segurança das penitenciárias

Uma comissão formada por três juízes da Corte Norte Americana de Apelações para o Sétimo Circuito concluiu esta semana que "jogos cooperativos podem simular a organização de quadrilhas e levar ao desenvolvimento real das mesmas."

A decisão vai de encontro com o que ocorrera na prisão de Waupun, onde o detento Kevin Singer – que até então mestrava acaloradas partidas de Dungeons and Dragons – fora acusado de formar uma verdadeira "gangue" D & D, onde o principal objetivo seria o de criar uma rede de cooperação com o objetivo de fugir da cadeia.

 

- Continua após a publicidade -

Obviamente que nenhum funcionÁrio da prisão que se preze que recebe uma informação do tipo, fica sem agir. Foi o que aconteceu: todos os apetrechos D & D de Singer foram imediatamente confiscados - incluindo um manuscrito de 96 pÁginas em um cenÁrio de jogo que ele próprio tinha escrito.

Foi então que se teve início a uma batalha jurídica. Os juízes reconheceram que não haviam provas de que jogar D & D jÁ tinha levado a um único incidente de violência. No entanto, os magistrados ficaram do lado da penitenciÁria.

A comissão julgou que não importava se D & D ou não realmente levou a atividade do grupo. Para eles, jÁ era razoÁvel a conclusão feita pelos funcionÁrios da prisão e que o game poderia de certa forma influenciar.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: Filipe Braga

    Filipe Braga

    Filipe Braga é um cearense extremamente simpático formado em Ciências da Computação e apaixonado por computadores e tecnologia em geral. Também participa de reviews de hardware, especialmente placas de vídeo, processadores e placas mãe.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.