Créditos: Worldspectrum/Pixabay

Com Bitcoin e Ethereum em queda, preço das GPUs deve cair em breve

Dados recentes mostram que interesse nas criptomoedas vem caindo

Recentemente publicamos uma notícia sobre a queda nos preços das placas de vídeo na Alemanha e sobre como em breve isso impactaria o mercado global. Agora, novas informações sobre mineração de criptomoedas trazem esperança para o lado gamer da força GPU.

Preços de placas de vídeo vem caindo rapidamente no mercado global

Algumas semanas atrás, a criptomoeda Ethereum apresentou uma queda brusca no seu valor. Pouco depois, o governo chinês fechou diversas fazendas de mineração no país e o Banco Popular da China (equivalente ao nosso Banco Central) proibiu que bancos locais facilitassem o uso de criptomoedas. Com essas medidas governamentais, mineradores chineses começaram a vender suas placas. Primeiramente, para mineradores de outros países. Mas já começam a surgir no mercado "geral" as placas de segunda mão.


Fonte: Reprodução/Etherscan

Conforme o gráfico acima, o hash rate para mineração de Ethereum caiu para 499 TH/s, após atingir em maio um pico de 643 TH/s. A Ether é a principal criptomoeda que utiliza placas de vídeo para sua mineração e a segunda mais valorizada da atualidade, atrás somente da Bitcoin. Confira mais sobre o que é hash rate no vídeo abaixo.

- Continua após a publicidade -

Já no caso da Bitcoin (BTC), uma atualização na moeda diminuiu a energia necessária para minerar um bloco de BTC, deixando 28% mais fácil a mineração. A medida foi tomada para compensar os fechamentos das fazendas na China. Porém, a queda na Bitcoin não impactará os preços das GPUs, já que ela utiliza ASIC para minerar. O que essa informação mostra de importante é que as principais criptos da atualidade estão passando por um momento de baixa. Uma bolha estourando? Não, não dá para dizer que isso acontecerá. Mas essa queda no "interesse" em Ethereum e BTC trará um impacto em outras criptomoedas que usam GPUs para serem mineradas. 

Com mineradores abandonando as placas de vídeo, a felicidade para os gamers será os preços das GPUs voltando aos patamares normais. Ainda demorará um certo tempo para que os estoques se normalizem e haja uma melhora no fornecimento da matéria prima. Os estoques devem regularizar por volta de seis meses até um ano. Entretanto, há luz no fim do túnel para quem busca uma nova placa.

Fonte: Extreme Tech
  • Redator: Felipe Freitas

    Felipe Freitas

    Felipe Freitas é formado em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Mas, segundo quase todo mundo, tem cara de quem fez Sistemas. Começou nos jogos com o SNES do seu tio, nunca passou da parte da montanha em Legend of Legaia, adora jogos com histórias bem feitas e de esportes (já que é ruim praticando).

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.