Créditos: PlayStation

PlayStation se posiciona sobre jogos mais caros no Brasil

Reajuste é reflexo das condições de mercado.
Por Daniel Trefilio 05/07/2021 11:44 | atualizado 05/07/2021 14:23 Comentários Reportar erro

Após reajuste dos valores da PlayStation Plus, jogos novos e PlayStation Hits no Brasil, a Sony se posicionou em resposta ao canal IGN Brasil sobre a prática dos novos preços, afirmando que se trata de uma "avaliação das condições de mercado".

"O  reajuste nos preços de alguns jogos na PS Store está alinhado à nossa constante avaliação das condições de mercado."

Desde o ano passado diversas plataformas de distribuição de conteúdos digitais vêm passando por reajustes no país, refletindo diretamente mais do que apenas a desvalorização do Real frente ao Dólar

Diversos outros fatores posicionam o Brasil no mercado internacional, como fatores de risco de mercado, poder aquisitivo do público que cada tipo de produto ou serviço oferecido no país abarca, e mesmo com a moeda brasileira fortemente desvalorizada em relação ao Dólar desde 2018, a grande maioria das empresas segurou os preços praticados no país até bem pouco tempo atrás.

 

- Continua após a publicidade -

 

Apesar dos aumentos representarem um impacto considerável no bolso dos jogadores brasileiros, algumas empresas ainda enfrentaram problemas com jogadores de outros países efetuando compra de jogos no marketplace digital nacional, justamente pelo valor final dos jogos ser consideravelmente mais baixo quando comparado aos marketplaces de países com moedas nacionais equiparadas ou mais valorizadas que o Dólar.

A Nintendo já vem desde 2019 gradativamente reajustando valores de seus jogos na Nintendo eShop brasileira que quase em sua totalidade custavam R$ 250,00, aproximadamente US$ 50,00, enquanto a maioria dos jogos custam entre US$ 60,00 e US$ 70,00.

Após o aumento do valor tanto da PS Plus de 149,90 para 199,90 a partir desta semana (dia 07, então ainda dá tempo de aproveitar o preço antigo), quanto dos  jogos PlayStation Hits gerando revolta nas redes sociais, a Sony, questionada pelo site IGN Brasil, se posicionou afirmando que "O  reajuste nos preços de alguns jogos na PS Store está alinhado à nossa constante avaliação das condições de mercado. Nossa prioridade é oferecer as melhores experiências, com máxima qualidade para atender às expectativas dos usuários."

- Continua após a publicidade -

Créditos: PlayStation.com

A Microsoft, apesar de também ter reajustado o valor de alguns de seus, continua a praticar preços extremamente agressivos quando comparados à concorrência, mas as campanhas dos donos indignados de plataformas PlayStation nos perfis oficiais da PlayStation Brasil e Sony até o momento não geraram qualquer resposta diretamente à comunidade, apenas à mídia

Muito provavelmente, ainda que a empresa busque se justificar diretamente à comunidade, os preços não serão alterados até que os fatores econômicos do Brasil enquanto mercado sejam, além de mais favoráveis , mantenham esses indicadores por um período de tempo que sugira estabilidade do patamar para justificar uma baixa, assim como foi necessário para justificar a alta.

Fonte: IGN Brasil, Adrenaline
  • Redator: Daniel Trefilio

    Daniel Trefilio

    Formado em Letras pela Universidade Estadual de Campinas, professor, tradutor e revisor. Nas horas vagas, instalando impressora e formatando PCs desde os tempos que Alone In The Dark era um jogo bom e ocupava 4 disketes. twitch.tv/DanielTPC

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.